Muda o treinador mas não os objectivos

0
135

Tal como prometido no início de Janeiro, o Águas Santas já tem um novo treinador. Jorge Borges, ex-técnico adjunto de Jorge Rito no ABC, substituiu o demissionário Paulo Queirós, mas a direcção não altera uma vírgula aos objectivos definidos no arranque da época. Os seis primeiros lugares continuam no horizonte.

O presidente do Águas Santas, Joaquim Carvalho, justifica a escolha do ex-adjunto minhoto para o comando técnico: “De entre três ou quatro nomes que referenciámos, e face às necessidades do Águas Santas e ao nosso projecto, optámos por uma pessoa que trabalha há muitos anos com a formação a alto nível, com provas dadas nessa área, e que era adjunto do professor Jorge Rito”.

O novo técnico maiato, Jorge Borges, fala na “concretização de um sonho que é treinar uma equipa de 1ª Divisão” e deixa elogios ao conjunto aquissantense: “O Águas Santas não é um clube qualquer. É um bom clube do nosso campeonato, sério e com tradições na modalidade. Um convite destes não é de recusar”.

Em relação aos objectivos, o presidente do clube garante que não se alteraram: “Os objectivos são os mesmo que pedimos no início da época ao professor Paulo Queirós. São a tentativa de entrada nos seis primeiros e o lançamento de gente nova na equiopa principal para aproveitar o trabalho da formação”.

Estas metas são corroboradas pelo novo treinador: “Querermos continuar a fazer um campeonato tranquilo e subir o maior número de lugares possível na classificação. Chegar ao sexto lugar é uma tarefa difícil mas perfeitamente possível até porque as duas equipas que estão à nossa frente só têm três pontos de vantagem”, afirma Jorge Borges.

O Águas Santas ocupa o oitavo lugar da 1ª Divisão com os mesmos 22 pontos do S. Bernardo, que é nono, e a três pontos do sexto lugar ocupado pelo Xico Andebol em igualdade pontual com o sétimo Sporting.

O campeonato regressa a 30 de Janeiro, altura em que os agora comandados de Jorge Borges recebem o sexto classificado Xico Andebol no Pavilhão de Águas Santas, numa partida que terá lugar às 18h00. O técnico mostra-se confiante neste seu início no comando técnico dos maiatos: “É um jogo claramente para ganhar. Como é uma das equipas que vai à nossa frente três pontos, se queremos chegar ao sexto lugar tem que passar obrigatoriamente por uma vitória nossa”, finaliza Jorge Borges.

André Cordeiro