Nortecoope: Há sempre uma primeira vez

0
154


Surpreendente. É o mínimo que se pode dizer da derrota caseira das meninas da Fundação Nortecoope no passado fim-de-semana. Um desaire surpreendente que ainda assim não compromete as aspirações das maiatas à conquista do pentacampeonato.

A dupla jornada das comandadas de Custódio Silva na Fase Final do Campeonato até nem começou mal. Na visita ao pavilhão do Mealhada, as maiatas trouxeram os três pontos depois de baterem as meninas da terra do leitão por 4-7.

No dia seguinte é que as coisas não correram tão bem. A Fundação recebeu no Boliqueime no Pavilhão Nortecoope para um jogo que deveria ser tranquilo para as tetracampeãs nacionais. No entanto, uma excelente exibição da guarda-redes algarvia Adriana Leite e um golo de Ana Sequeira nos minutos finais deram a formação do Algarve uma vitória histórica por 0-1.
Refira-se que a Fundação Nortecoope já não perdia na Fase Final do campeonato há três anos, somando 34 partidas sem conhecer o sabor da derrota.

Na classificação, as maiatas caíram para o segundo lugar com nove pontos, menos três que as meninas dos Lobinhos.
As comandadas de Custódio Silva vão tentar responder a esta derrota já amanhã, às 16h00, quando se deslocarem ao ringue do Vila Boa do Bispo para jogar a quinta jornada da Fase Final.
Já os homens da Fundação continuam na luta pela subida à 1ª Divisão. Na penúltima jornada da Zona Norte da 2ª Divisão, os comandados de Domingos Olivera receberam o Marítimo no pavilhão Nortecoope e venderam por 5-2.

Os maiatos continuam na terceira posição da tabela, com 57 pontos, menos um que o segundo classificado Limianos e mais dois que no quarto APDG Penafiel.
A última jornada desta fase tem lugar às 18h00 de amanhã. A Fundação visita 13º classificado Juventude Pacense e espera que o Limianos não vença na deslocação ao terreno do último Famalicense.

André Cordeiro