“Pedras foi uma experiência positiva”

0
183

O ex-técnico do Pedras Rubras, Rui Amorim, que saiu do clube na semana passada em virtude das três derrotas consecutivas averbadas na Divisão de honra da Associação de Futebol do Porto, faz um avaliação positiva da passagem pelo clube maiato: “Tirando estes últimos jogos, porque as derrotas são sempre más, o saldo é positivo. Relembro que entrámos há cerca de uma ano com o clube em 11º lugar, com 18 pontos, e saímos com o Pedras em quarto, com 20 pontos. Em 35 jogos tivemos 17 vitórias, o balanço só pode ser positivo”.

Rui Amorim diz que “havia interesse de ambos para terminar a ligação e rapidamente chegámos a uma acordo”, e acredita no sucesso da equipa agora treinada por Caneco: “O plantel é fantástico, tem qualidade, mas é curto, e essa era uma limitação que tínhamos. Eu acredito que se tudo correr dentro da normalidade, sem lesões nem castigos, o Pedras tem tudo para chegar a bom porto”.

O técnico maiato afirma também que só voltará ao trabalho “quando surgir um bom projecto” e deixa vários agradecimentos: “aos jogadores, porque sempre me apoiaram, os director técnico Hugo Morais, porque sempre mostrou disponibilidade para ajudar, e também ao presidente, de quem não tive oportunidade de me despedir porque ele estava no estrangeiro, pelo convite que me fez há um ano atrás”, concluiu Rui Amorim.

André Cordeiro