Pedras Rubras com novo treinador e plantel ainda por fechar

0
196

A uma semana do início do campeonato de futebol da Divisão de Honra Distrital, o FC Pedras Rubras ainda não tem o plantel fechado.
Na constituição do plantel da nova temporada pesou a disponibilidade financeira do clube. Assim, na sua maioria, a equipa foi reforçada com sete promoções de jogadores que pertenciam aos juniores. São eles, Fonseca, Miguel Fradinho, Nuno Costa, Abílio Costa, Diogo Cunha, João Jesus, Filipe Campos. De fora, vieram cinco reforços, Nuno Miguel (ex-Perafita), André Queirós (ex- Sport Rio Tinto), André Oliveira (ex-Canidelo), Kisley (ex-Sport Lamego) e Domingos (ex-Leça).

“Nós não temos capacidade financeira para continuar com um plantel com gente experiente e de qualidade. Portanto, tivemos de ficar com o mínimo de qualidade e promover a nossa formação”, explica o presidente do FC Pedras Rubras, Sousa e Silva.

A equipa conta ainda com um novo treinador, Rui Araújo. Conhecido por “Mozer”, já fez parte do escalão de formação do FC Pedras Rubras, e agora regressa como treinador dos seniores. “É um moço que já foi da nossa formação, que andou por aí pelo futebol profissional e que agora regressou. Foi o primeiro clube onde jogou e é o primeiro clube onde treina”, diz Sousa e Silva.

Com 22 jogadores assegurados para a nova época futebolística, ainda estão por preencher três lugares no plantel. O presidente diz que ainda existe a possibilidade de ir buscar “um guarda-redes, um defesa esquerdo e um avançado”. “Se aparecer alguns jogadores para essas posições, com qualidade e com um preço que possamos pagar, estamos interessados. Caso contrário, já não temos falta de comparência”, argumenta o dirigente. Cinquenta mil euros é quanto o clube pretende gastar com o plantel sénior e equipa técnica, esta temporada. O objectivo da direcção do FC Pedras Rubras passa por garantir a manutenção na Divisão de Honra Distrital, “o mais rápido possível”.

Fernanda Alves