Prevaleceu a lei do mais forte

0
135

A Taça de Portugal é por tradição a prova das surpresas, não importa a modalidade. No entanto, esta quarta-feira à noite não houve nenhuma no Pavilhão da Nortecoope. A Fundação claudicou aos “sticks” dos octacampeões nacionais, FC Porto, e sai da prova com a sensação de dever cumprido.

Nesta partida em atraso dos 1/16 de final da Taça, adiado devido ao compromisso europeu dos dragões no passado fim-de-semana, os comandados de Franklim Pais mostraram porque têm dominado o Hóquei em Patins nacional nos últimos anos e bateram os maiatos por 1-5, com golos de Emanuel García (2), Filipe Santos (2) e Reinaldo Ventura. Para a Fundação marcou um ex-júnior azul-e-branco, Ângelo Miguel.

O FC Porto segue assim em frente e defrontará a Física de Torres Vedras nos oitavos-de-final. Já os comandados de Domingos Oliveira regressam agora ao Campeonato da 2ª Divisão – Zona Norte, onde jogam este sábado, às 17h30, frente ao Infante Sagres, numa partida a contar para a jornada 26.

Quem continua imparável é a equipa feminina da Fundação. As tetracampeãs nacionais voltaram a vencer e já somam quinze jogos só com o sabor da vitória. Na deslocação a São João da Madeira, as comandadas de Custódio Silva bateram a Sanjoanense por 1-4. As meninas da Fundação seguem isoladas na liderança da Zona Norte do campeonato com 45 pontos, mais oito que as segundas classificadas dos Carvalhos.Na jornada 16, as maiatas regressam ao Pavilhão da Nortecoope, onde recebem a Académica de Coimbra, numa partida que está marcada para hoje, a partir das 18h00.

André Cordeiro