Refer adjudica obras em S. Gemil

0
284

A Refer, Rede Ferroviária Nacional, adjudicou, esta semana, as obras de construção de uma nova plataforma na estação de S. Gemil, em Águas Santas, a colocação de abrigos e iluminação nas plataformas de S. Gemil, S. Mamede de Infesta e Leça do Balio e o alteamento das plataformas existentes nas estações de S. Mamede de Infesta e Leça do Balio, na linha ferroviária de Leixões.

A empreitada foi entregue à empresa Maranhão – Sociedade de Construções, Lda, por 476mil euros e um prazo de execução de 60 dias. Se o prazo dos trabalhos foi respeitado, as obras estarão concluídas em finais de Agosto, possibilitando a entrada em funcionamento do serviço de passageiros naquele troço da linha de Leixões no mês seguinte, cumprindo os prazos previstos pelo Governo.

Os trabalhos, sublinha a Refer, referem-se à construção das infra-estruturas da 1ª fase de reactivação do serviço comercial de passageiros na Linha de Leixões, entre as estações de Ermesinde e Leça do Balio, numa extensão de 10,6 quilómetros, servindo as estações intermédias de S. Gemil e S. Mamede de Infesta.

O protocolo estabelecido a 22 de Maio, entre a Refer, a Câmara de Matosinhos e a CP – Comboios de Portugal, prevê a circulação de comboios de passageiros numa linha que, desde há muitos anos, serve apenas para circulação de composições de mercadorias.

No entanto, só no próximo ano o serviço de passageiros chegará a Leixões, prevendo-se a construção de uma nova estação num terreno da Administração dos Portos de Douro e Leixões. A linha tem a outra ponta em Contumil, no Porto, e estende-se por 19 quilómetros.

Entretanto, cerca de duas semanas após a assinatura do protocolo, a Câmara da Maia anunciou o desejo de acrescentar duas estações ao projecto. Uma, de nome Lidador, serviria zonas como o Meilão e Alto da Maia. A outra, Arroteias, destinava-se a apoiar parte da freguesia de Pedrouços e o pólo da Asprela da Universidade do Porto.