Santa Casa da Maia participa na Liga para a Inclusão Social

2
111

O centro comunitário do Sobreiro da Santa Casa da Misericórdia da Maia e mais vinte instituições sociais públicas e privadas dos distritos do Porto e de Braga estão a participar num torneio de futsal. A segunda jornada do grupo B da Liga para a Inclusão Social, onde está incluído o centro comunitário do Sobreiro decorreu durante a tarde de quarta-feira, no Pavilhão do Formigueiro, em Águas Santas.

O animador sociocultural da Santa Casa da Misericórdia da Maia, Mário Figueiredo, pretende com esta iniciativa fazer um trabalho social junto da população mais desfavorecida e excluída ou em risco de exclusão. A ideia partiu "de diferentes técnicos que estão à frente das instituições", revelou. A ideia, adiantou Mário Figueiredo, tem como objectivo "utilizar o futsal como estratégia de trabalho, uma vez que é uma área que os homens normalmente gostam". Mas, no entender do animador da Santa Casa maiata, "a iniciativa é apenas uma estratégia, porque o que interessa é o que está a ser feito antes e depois dos jogos".

O objectivo principal é "manter as pessoas ocupadas", revelou Mário Figueiredo. "Ao estarem ocupados física e mentalmente, estarem também desocupados de outras actividades que não interessam. Actividades como o consumo de droga, queremos que deixem de existir".

O campeonato divide-se em três séries, A, B e C. A equipa do centro comunitário não chegou a entrar em campo, já que a equipa adversária, a Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina, não chegou a comparecer no pavilhão aquisantense.

Pese o factor competitivo estar em segundo plano, a Liga para a Inclusão Social obedece a todos os trâmites de competição. Mário Figueiredo revelou que "a liga é oficial e está federada pela Associação Futebol do Porto". A liga estende-se até Junho. "E é lá que vamos ver quem ganha. Lutar para ganhar é uma motivação muito grande". No final, "estamos a pensar fazer uma festa no Estádio das Antas, quem sabe, estamos a trabalhar para isso", rematou Mário Figueiredo.

2 COMENTÁRIOS

  1. e com muito orgulho que participo neste envento para ajudar os meus colegas….e vamos dar tudo em campo para dar uma alegria a estas pessoas…fico muito agradecido pelo vosso convite para poder participar nesta prova.muito obrigada i forca vamos ganhar…

Comments are closed.