Volta a Portugal: Flagelo que toca a todos

0
143

A Volta a Portugal em Bicicleta é normalmente sinónimo de imagens espectaculares de Norte a Sul do país. Lindas paisagens que não deixam ninguém indiferente pelo verde das encostas ou das planícies que caracterizam Portugal.
No entanto há um fenómeno que também afecta a Volta: os incêndios. Logo no local de início da prova, em Viseu, as paisagens negras e ainda fumegantes demonstraram bem o flagelo que o nosso país atravessa neste quente verão.

Oliveira de Azeméis é também uma das cidades mais afectadas pelos incêndios deste ano e até os ciclistas sofreram ao atravessar uma grande coluna de fumo na entrada do concelho aveirense. Carros de bombeiros, que corajosos arriscam a vida no combate ao fogo, colorem as bermas das estradas.
O distrito do Porto também não é excepção. O monte Córdoba, local onde está situado o santuário da Nossa Senhora da Assunção, está coberto com uma nuvem cinzenta, resultado de um incêndio próximo que não deixa descansar ninguém.

Este é um flagelo que destrói o ambiente e põe as pessoas em sobressalto. E nem sequer dá sinais de abrandar. Em prejuízo de todos, incluindo ciclistas e a própria Volta a Portugal.

André Cordeiro / Ângelo Jorge