Campanha Maia + Local começa hoje com muitos prémios em jogo

0
215
- Publicidade -

A Câmara Municipal da Maia deu início esta segunda-feira, dia 3, ao projeto “Maia+Local”, um programa desenvolvido pelo município que se destina a apoiar o comércio local.

A partir desta segunda-feira a campanha estará disponível para todos os consumidores que efetuem compras nas lojas aderentes.

No âmbito do mote “Siga o Conselho: Compre no Concelho”, a ação decorre de maio a junho e contempla o sorteio de prémios, no valor de cerca de 75.000 euros, junto dos consumidores e dos comerciantes que adiram a esta ação de dinamização do tecido comercial maiato.

Por cada 15 euros de compras efetuadas no comércio local, os consumidores habilitam-se a ganhar prémios semanais no valor de cerca de 1.500 euros, nomeadamente bicicletas elétricas e tours pela Maia.

No final da campanha será ainda sorteado um carro elétrico Volskswagen e-Up entre os consumidores e uma carrinha elétrica Nissan e-200, junto dos comerciantes.

Os sorteios decorrem na plataforma digital www.maiamaislocal.pt, desenvolvida exclusivamente para o efeito, de modo a facilitar ao máximo a participação por parte dos consumidores.

A medida, que conta já com a participação de mais de duas centenas de aderentes, pretende trazer um novo fôlego junto dos agentes locais com área comercial até 200 m2, independentemente de terem ou não porta aberta para a rua ou de estarem inseridos em centros comerciais. Sem qualquer custo para os comerciantes, o “Maia+Local” procura contribuir para o reforço do tecido empresarial, estimular o consumo e velar pela empregabilidade do concelho.

O presidente da autarquia, António Silva Tiago, sublinha “que havendo sinais encorajadores que a pandemia parece estar a ser controlada, importa agora ajudar a economia local a retomar os níveis de atividade económica. Este período foi particularmente difícil para as microempresas de comércio e serviços. Por isso esta iniciativa do município de incentivar o regresso do consumo no comércio e serviços locais”. O autarca, acrescentou ainda que “a expetativa é de que os maiatos irão aderir à campanha em grande número, pois a Maia é solidária”.

A maior adesão registou-se no setor da restauração e bebidas, com cerca de 45 aderentes, seguindo-se o setor do vestuário e calçado com 30 participantes.

O Maia + Local, desenvolvido em articulação com a Associação Empresarial a Maia e com a Empresa Metropolitana de Estacionamento da Maia, EM, inclui ainda farmácias, talhos, cabeleireiros, papelarias e centros de estudos, estando todos devidamente identificados com o selo da iniciativa.

Esta manhã, o vereador da Economia, Paulo Ramalho, mostrou-se convicto de que a campanha vai atrair a curiosidade dos maiatos e também de muitos visitantes, que deverão vir à Maia para consumir, procurando habilitar-se a prémios valiosos.

A mensagem que deixa aos maiatos é que “todos nós temos obrigação de contribuir para a sustentabilidade da economia local. Certamente que houve postos de trabalho que se perderam e unidades que não vão reabrir, portanto há aqui nesta campanha uma vertente de solidariedade”.

- Publicidade -