CIN inaugura unidade de tratamento

0
16

A CIN, empresa de tintas e vernizes, inaugurou a sua primeira unidade de tratamento de emissões gasosas, na fábrica localizada na Maia. A estação destina-se a tratar os Compostos Orgânicos Voláteis (COV).

A nova unidade, que implicou um investimento de 700 mil euros, permite o cumprimento integral da legislação europeia e nacional relativa ao limite dos valores das emissões de COVs para a atmosfera, segundo o divulgado em comunicado.

A estação permite reduzir 95 a 99 por cento os COVs presentes nas emissões da fábrica CIN na Maia, além de possibilitar o tratamento de cerca de 40 metros cúbicos por hora de ar contaminado (captado nas naves de fabrico de produtos de base solvente). A empresa refere que se trata de uma solução tecnologicamente pioneira ao nível da indústria nacional e do sector na Península Ibérica

A empresa é líder ibérica no mercado de tintas e vernizes.

Em comunicado, a empresa cita José Calvão, responsável pela Direcção de Ambiente, Higiene e Segurança da CIN, afirmando que após a realização de um estudo aprofundado de alternativas tecnológicas, “a CIN optou por uma solução totalmente pioneira na indústria portuguesa, capaz de reduzir significativamente o impacto ambiental da nossa actividade industrial”.