Distrito do Porto é o que mais pede transferência de crédito e o que menos tem empréstimos para construir casa

0
100

No momento de solicitar um empréstimo para adquirir um imóvel, os habitantes do distrito do Porto são os que mais optam por transferir o crédito para outro banco. 21,5% desta população fazem-no, seguindo em linha com os residentes do distrito da Guarda.

Em todo o caso, e à semelhança daquilo que acontece em todo o país, a maior parte dos pedidos de financiamento destinam-se a comprar casa com “chave na mão”.

72,7% dos portuenses optam por esta finalidade, que regista maior representatividade no distrito de Viseu (80,5%).

Por outro lado, o distrito do Porto destaca-se por ser um dos que menos pede empréstimo para construir casa. Apenas 5,8% o fazem, opção que só tem menor preponderância entre os viseenses (3,5%).

Estas são algumas das conclusões do Barómetro de Crédito Habitação 2020 realizado pela plataforma que simula empréstimo para comprar casa, ComparaJá.pt.

No que diz respeito à tipologia da habitação, a maior parte dos residentes do distrito do Porto adquire casas com duas ou três divisões. A principal escolha vai para os T3 (46,8%) e, de seguida, para os T2 (31,1%). Este é, aliás, o padrão do território nacional.

71,6% dos pedidos de financiamento para adquirir imóveis no distrito do Porto foram feitos até aos 40 anos de idade.