Governo de São Tomé e Princípe visitou estudantes no CICCOPN

0
205

O presidente da Câmara de Água Grande, localidade de S. Tomé e Príncipe geminada com a Maia, visitou recentemente as instalações do CICCOPN, acompanhado por elementos da autarquia maiata, em concreto, o vereador do pelouro das relações internacionais, para contactar com os estudantes são tomenses que se encontram a frequentar as aulas da instituição.

O vereador Paulo Ramalho afirmou ter a noção de que alguns formandos pretendem ficar em Portugal, mas também que outros pretendem regressar ao país natal. “Alguns têm receio de não encontrar trabalho em S. Tomé, mas a perspectiva do futuro próximo é que haverá soluções profissionais adequadas, pois há um grande vazio nas áreas em que estes jovens se estão a formar”, salientou o autarca. Afirmou ainda que “o CICCOPN tem sido uma mais-valia para promover nestes jovens a motivação para participar na construção do país de origem” e terminou a sua intervenção agradecendo ao CICCOPN a colaboração com a Câmara Municipal da Maia para concretizar este trabalho.

Adelino Santos, membro do governo de S. Tomé e Príncipe, transmitiu o testemunho pessoal dos 14 anos em que estudou em Portugal, tendo passado por vários cursos médios e superiores, sempre com o objectivo de regressar ao país de nascimento. Lembrou que aqueles que obtiveram competências profissionais fora do país “têm a obrigação” de passar os conhecimentos aos seus compatriotas e ajudar a construir o país.
Salientou ainda a grande aposta do actual governo no desenvolvimento de infra-estruturas, tendo já sido aprovados alguns investimentos de grande vulto. O director do Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas (CICCOPN), Sampaio Rodrigues, assumiu o compromisso de enviar os currículos destes jovens para o presidente da Câmara de Água Grande, no sentido de ajudar o trajecto profissional dos alunos. “O investimento que tem sido feito nestas pessoas é grande e por isso é necessário rentabilizá-lo”, afirmou.

O autarca de Água Grande, Lima dos Santos, comprometeu-se a receber e empregar alguns dos formandos, deixando tudo em aberto, pois há muita carência de profissionais qualificados nestas áreas. Afirmou ainda que os contratos que estão a ser estabelecidos com empreses de construção exigem uma quota de trabalhadores locais.

CICCOPN acolheu prémios do Concurso de Recolha da Tradição Oral

O CICCOPN (Centro de Formação Profissional da Indústria de Construção Civil e Obras Públicas do Norte) acolheu nas suas instalações a cerimónia de entrega de prémios do Concurso de Saúde Oral, que tiveram lugar pela primeira vez em Portugal.
O concurso, organizado pela Associação Cultural e Pedagógica Ponte… nas ondas!, com a colaboração da Conselleria de Cultura e Deporte, a Secretaría Xeral de Política Linguística da Xunta da Galiza, a Universidade de Vigo e a Direcção Regional de Educação do Norte, tem como objectivo sensibilizar os mais novos para a importância da transmissão de saberes, técnicas e conhecimentos entre as gerações.

Os formandos do CICCOPN destacaram-se, ao receberem os 1.º e 2.º lugares na categoria Ensino Profissional. Ao primeiro lugar corresponde um prémio de mil euros e foi atribuído aos formandos Anabela Gomes, Pedro Costa e Marco Azevedo. O segundo lugar, no valor de quinhentos euros, foi atribuído aos formandos João Pinto, Carlos Azevedo, Márcio Nunes e Hélder Nunes.
No decurso da cerimónia, o vereador da Juventude da Câmara Municipal da Maia, Hernâni Ribeiro, que representou o município maiato, reforçou a importância do papel do CICCOPN como “entidade formadora pertencente a este concelho, pela colaboração com a autarquia em várias actividades ligadas à população, não só de jovens mas também de adultos”.