Maia no lote de concelhos com peso excessivo dos impostos sobre o património nas suas receitas

0
142

No país há 38 autarquias que têm um peso excessivo dos impostos sobre o património (IMI e IMT) nas suas receitas.

O alerta foi deixado pelo grupo de trabalho para a revisão do sistema fiscal português, e abrange concelhos como os de Lisboa, Porto, Gaia, Maia e Valongo, adianta o Jornal de Negócios.

Apesar de serem só 38 casos num total de 308 autarquias, "a situação "aproxima-se do limiar crítico", na medida em que estes municípios são os mais populosos, albergando 3,87 milhões habitantes, que correspondem a 39% da população do país", diz o relatório elaborado pelos peritos, e apresentado publicamente na terça-feira.

Concelho Receita de IMI e IMT (em milhares de euros) Peso do IMI e do IMT no total de receitas do municipio (em %)
Matosinhos 96.332 40
Lisboa 617.477 38
Vila Nova de Gaia 149.934 36
Maia 78.620 35
Porto 198.622 35
Valongo 34.765 35