Maia poderá beneficiar do novo Conselho Estratégico de Turismo do Porto e Norte

0
213
obras no Aeroporto atrasadas
Aeroporto Francisco Sá Carneiro
- Publicidade -

O turismo foi sem dúvida, uma das áreas mais afetadas pela pandemia do covid-19 e nesse sentido, a Associação de Turismo do Porto e a Entidade Regional Turismo do Porto e Norte de Portugal assinaram, em setembro do ano passado, um memorando de entendimento para auxiliar a região neste setor. Desta aliança surgiu o Conselho Estratégico que aposta numa estratégia “comum, alinhada e concertada”, na qual a Maia e Aeroporto são abrangidos.

Bernardo Trindade, ex-secretário de Estado do Turismo, assume o cargo de presidente do Conselho Estratégico de Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Bernardo Trindade refere que “o nosso objetivo é ajudar, nesta fase menos próspera, para afirmar o Porto e Norte” focando atenções no Aeroporto da Maia

Assim, cerca de 20 personalidades, de áreas como o enoturismo, o marketing territorial, o património histórico e gastronómico, a cultura ou o turismo religioso, passam a integrar o Conselho Estratégico de Turismo do Porto e Norte de Portugal, no sentido de reunir, segundo Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, a “territorialidade”, o “conhecimento”, a “experiência” e a “visão estratégica” que o setor necessita neste momento.

De acordo com Bernardo Trindade, que também é vogal do conselho de administração da TAP, o novo organismo vai servir para “seguramente ir auxiliando a região Norte, sobretudo neste tempo muito difícil”, mas sem “desconstruir todo o trabalho que foi desenvolvido ao longo deste tempo, um pouco por toda a região”.

“O nosso objetivo é, no fundo, com as valências todas que aqui se agregam, poder ajudar no relançamento desta região, integrando realidades ligadas ao território, mas também aquelas que se relacionam com a própria procura e que se relacionam com o Aeroporto do Porto”, acrescenta.

- Publicidade -