MaiaFinicia “ foi um sucesso”

0
1654
- Publicidade -

Foi com “grande satisfação” que o vereador da Juventude, Hernâni Ribeiro abriu, esta terça-feira, a apresentação pública dos resultados do projecto MaiaFinicia 2008 – 2011 – Fundo de Financiamento às Micro e Pequenas Empresas do Concelho da Maia. E foi com satisfação porque a projecto “foi um sucesso”, garante. “Podemos afirmar, com toda a convicção que agora, praticamente esgotada esta primeira fase do MaiaFinicia, ele cumpriu os seus principais objectivos”.

Fazendo uma retrospectiva do processo, o vereador disse ainda que quando o programa lhe foi apresentado este mereceu a sua atenção porque viu nele uma ferramenta importante no apoio às Micro e Pequenas Empresas do concelho da Maia. “A crise, que depois se viria a acentuar, já se notava e, de facto, sentimos que na Maia necessitávamos de ter este mecanismo para incentivar à criação e reforçar as Micro e Pequenas Empresas do concelho”, justifica.

Dos principais objectivos atingidos, Hernâni Ribeiro destaca dois. O primeiro é que a maioria das empresas financiadas fossem start up. E “64 por cento das empresas financiadas são start up e, portanto, nesse aspecto, ajudamos a criação e apoiamos os primeiros passos de um número significativo de empresas”.
O segundo objectivo que o vereador considerava fundamental passava pela criação de emprego. “As empresas com o apoio do MaiaFinicia aumentaram em 109 por cento os seus recursos humanos, contribuindo para o aumento da empregabilidade e para a dinamização e aparecimento de mais micro e pequenas empresas”, garante o vereador.

Na apresentação de resultados participaram ainda os parceiros do MaiaFinicia, assim como várias empresas financiadas pelo projecto, como por exemplo, a Ecoemotion e a Streetgate, a Sofixpro e a Felicity.
O MaiaFinicia – Fundo de Financiamento ao Desenvolvimento e Modernização de Micro e Pequenas Empresas da Maia, criado pela Câmara Municipal da Maia em parceria com o IAPMEI, a Tecmaia, o Banco Espírito Santo e a Norgarante tem o objectivo de ajudar as micro e pequenas empresas a modernizarem-se e desenvolverem-se, tornando-se mais competitivas.
Este fundo tem uma dotação máxima de referência de 500 mil euros, onde 20 por cento é financiado pela Câmara Municipal sob a forma de subsídio reembolsável sem qualquer carga de juros, os restantes 80 por cento são financiados pelo Banco Espírito Santo, sob a forma de empréstimo bancário com uma taxa de juro preferencial. Cada projecto empresarial poderá ser apoiado até um máximo de 45 mil euros. É intenção da Câmara da Maia aumentar o fundo em mais 250 mil euros, ainda este ano.

A responsável na Região Norte pelo programa Finicia do IAPMEI, Ana Rosas, afirmou ser “com muito gosto” que participou nesta apresentação de resultados na Maia porque dos fundos municipais constituídos o do município é o que apresenta resultados diferentes. “Estão protocolados e em funcionamento no território nacional 105 fundos municipais, fundos que apresentam resultados muito diferenciados e esta diferença, parece-nos, resultada do esforço de divulgação feito mas, sobretudo, do serviço de apoio aos empreendedores efectivamente prestado e nesse campo os parceiros da Maia têm feito um “trabalho exemplar”, afirma.

Isabel Fernandes Moreira

Números do MaiaFinicia

24 candidaturas apreciadas
14 candidaturas aprovadas
1 candidatura em análise
1 candidatura suspensa

Evolução do emprego
Início: 32
Actualmente: 67

- Publicidade -