MaiaFinicia já ajudou 11 micro e pequenas empresas

0
173

Foram assinados, terça-feira, mais dois contratos de financiamento, no âmbito do programa MaiaFinicia. Desta feita, foram as empresas Newscenter e Ecoemotion.

A Câmara Municipal da Maia, através de um subsídio reembolsável, apoia 20 por cento do financiamento, sem qualquer juro ou taxa. Os restantes 80 por cento são financiados pelo Banco Espírito Santo (BES), com uma taxa de juro mais reduzida.
Até agora, foram assinados 11 contratos, que representam um apoio municipal na ordem dos 83 mil euros. Sete contratos foram efectuados com empresas com menos de três anos de existência, e quatro contratos tinham como objectivo modernizar e/ou alargar negócios. O programa permitiu um investimento no concelho na ordem dos 570 mil euros (MaiaFinicia e fundos próprios das empresas).

A criação deste fundo de financiamento, em parceria com o IAPMEI – Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação, teve como objectivo, apoiar as micro e pequenas empresas do concelho da Maia.
Uma iniciativa que está a ter um “enorme sucesso” e que tem atraído vários projectos de investimento para o município, nas mais diversas áreas. “Deixa-nos satisfeitos termos conseguido criar um produto com o IAPMEI, o BES e a Norgarante, que tem sido útil para ajudar os empresários que se instalam”, referiu o vereador Hernâni Ribeiro, responsável pela constituição do fundo de financiamento.

O vereador faz, por isso, um balanço “bastante positivo”. O autarca assegura que, dos projectos que já foram assinados, todos têm cumprido com as suas obrigações. “Temos empresas que já foram financiadas há três anos, as primeiras, e até hoje, apesar do cenário de crise, ainda não temos qualquer situação de incumprimento do pagamento.
Com a assinatura de 11 contratos, o valor global do financiamento às micro e pequenas empresas do concelho, ascende a 416 mil euros.

Nesta primeira fase, o fundo de financiamento dispõe ainda de 84 mil euros para apoiar, pelo menos, mais dois projectos. Cada projecto tem um limite máximo de financiamento de 45 mil euros. O total do fundo MaiaFinicia é de 500 mil euros.

Ecoemotion

A Ecoemotion é uma das duas empresas que assinou o contrato MaiaFinicia, e que está instalada no Tecmaia – Parque de Ciência e Tecnologia da Maia. Com pouco mais de um ano de vida, “é um projecto que nasceu da vontade de inovar, na oferta de soluções mais amigas do ambiente”, explica o gerente, Carlos Maia. Nesse sentido, tem já duas marcas registadas: A Brindes Vivos, que utiliza como matéria-prima as sementes de árvores autóctones, “que para além de promover a imagem da empresa, sensibiliza os cidadãos para a necessidade de cuidar da natureza e poupar os recursos naturais”. E a Cork Solutions, registada há três meses, “que é uma marca de produtos, brindes, produzidos com cortiça. Ligamos a cortiça a papel 100 por cento reciclado, com tintas ecológicas e colas à base de água”, explica Carlos Maia.
Sendo uma empresa que aposta na sustentabilidade ambiental, a Ecoemotion foi galardoada com o prémio Green Project, que pretende distinguir e premiar as melhores práticas em projectos que promovam e valorizam a sustentabilidade.

Fernanda Alves