PSD quer explicações do governo a propósito do encerramento da GALP em Matosinhos

0
177
imagem DR
- Publicidade -

 
O Grupo Parlamentar do PSD entregou um requerimento para que a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e o Ministro da Economia e da Transição Digital sejam ouvidos na Comissão de Trabalho e Segurança Social e na Comissão de Economia, a propósito da intenção da GALP de encerrar a atividade da refinaria de Matosinhos.

No documento, os social-democratas consideram que “esta decisão tem implicações várias imediatas, incluindo o fim da produção de determinados produtos que não será possível replicar em Sines, e nomeadamente efeitos muito nefastos ao nível da economia local e do emprego direto e indireto de 1500 trabalhadores. Esta decisão por parte de uma empresa na qual o Estado ainda é um acionista de referência e onde detém uma participação de capital com expressão, sugerem a existência do conhecimento e responsabilidade específica do Estado face a esta decisão”.

Assim, “no sentido de esclarecer o envolvimento do Estado nesta decisão, não isenta de consequências negativas para o emprego e para a economia local, de uma região particularmente afetada já com a pandemia, é urgente ouvir os membros do governo com a tutela do trabalho e da economia”, refere a bancada parlamentar do PSD.

- Publicidade -