Opinião António Espojeira: Virtu & Utopia

0
151

“O Maquiavelismo não é só a política tortuosa e envenenada das monarquias corruptas é ainda a politica violenta das repúblicas sanguinárias” – Paul Janet

Niccolo Machiavelli (1469-1527) é uma referência para o estudo e interpretação do Político e da Política.

Negro e fatalista, produto de uma “Itália” anárquica, o autor de “O Príncipe” procura descobrir uma forma de fazer reinar a ordem e de instituir um Estado duradouro.

Este pressuposto legitima tudo: “Mais vale ser temido que amado”, e eleva a hipocrisia a dever maior. A política é segundo ele uma mistura de brutalidade e dissimulação, onde apenas o resultado conta.

Na actualidade as realidades são tão complexas e a identificação dos valores da moral tão difusos, que aquilo que é injusto parece justo e o mau parece bom. De facto, hoje admiti-se que a consistência das instituições democráticas invalidaria certos comportamentos.

Nada mais falso. Hipocrisia e propaganda, não fazem falta à agenda politica, no entanto verifica-se que estas raramente cederam lugar à seriedade e à competência.

“…onde todas as coisas se medem pelo dinheiro, nunca será possível organizar a justiça…”

Utopia de Thomas Moore (1480-1535), Jurista, Deputado, Humanista, Religioso, Homem comprometido na acção política.

Pensador político referência dos Utópicos, onde fermentou o Socialismo e mais tarde açambarcado pelos Comunistas.

A sua acção como homem de Estado não quebra a coerência das suas convicções e concepções, acaba por pagar com a vida o seu fervor religioso tradicional contrapondo-se à heresia luterana.

É sob este ponto de vista que defendo a politica, de justiça e acção, de serviço público.

Cansam-me os arrivistas e os velhacos que a troco de umas moedas d’ouro entregam o “tesouro”.

Entenda-se: Arrivista: aquele que chega e com verbo fácil propõe algo sem conhecer a nova realidade que decidiu integrar. Pode também ser assim designado aquele que só aparece na hora de recolher o fruto.

Velhaco: o que se propõe para uma causa de serviço público e não consegue ultrapassar a esfera do pessoal.

PS, Secção Maia