Opinião Diogo Branco: “Vermoim acessível”

1
135

Vermoim, freguesia nuclear da Maia, a minha freguesia. Poderá parecer contraditório dizer que me sinto bem em viver em Vermoim e ao mesmo tempo pertencer a uma lista opositora ao actual executivo da junta de freguesia, mas a verdade é que não me contento com pouco, para mim, Vermoim ser um dormitório para grande parte dos seus habitantes, não me satisfaz.

Vejo como uma esmola termos uma junta de freguesia dotada de um auditório interdito à população, salas a ganhar pó no mesmo edifício que serviriam bem de biblioteca para o comum do Vermoense. Incomoda-me a ideia de saber que um local destinado ao parque urbano dos maninhos agora está direccionado à construção do Lidl, que haja a Casa do Povo mas não haja esforço da junta de freguesia junto do executivo desta para que seja utilizada pela população.

Sinto-me bem a viver em Vermoim mas não posso dizer que desfruto o prazer de viver nesta freguesia. É quase como gostar de ter um Ferrari mas não andar com ele porque não tenho dinheiro para a gasolina. Na lista à qual pertenço propomos a abertura da junta de freguesia a toda a população e um forte diálogo junto da administração da casa do povo com o intuito de a dinamizar, mais do que afirmar estar sempre presente, afirmamos que tudo que é de Vermoim é para os Vermoenses utilizarem.

Mais do que ser sempre diferente interessa perceber a dificuldade e necessidade de quem servimos, a criação de um cartão de residente com descontos em transportes e medicamentos é um serviço que os Vermoenses agradecem.

Novas pessoas, um novo caminho é um movimento preocupado com o âmbito social e com o efeito maléfico derivado do abandono das aclamadas piscinas da Maia. Estamos perante um poder autárquico que não consegue perceber as lacunas da sociedade. É difícil perceber como é que Vermoim enquanto freguesia pertencente da cidade da Maia e na posse da zona desportiva Maiata, onde se encontra o Estádio Municipal, Pavilhão Municipal, Complexo Municipal de Ténis e de Ginástica não consegue ter clubes sediados na freguesia. Como fazia bem à população que houvesse incentivo por parte da junta na criação de um clube de Vermoim com várias modalidades, poderia ter um efeito mais directo na população do que o apoio ao FC Maia.

Guilherme Soares e Mário Gouveia conhecem-se há muito tempo e vejo neles as pessoas certas para perceber o que os Vermoenses anseiam e o que o concelho deseja voltar a ser destacado na Área Metropolitana.

Militante da Juventude Socialista

1 COMENTÁRIO

  1. propunha fazer um abaixo assinado contra esse lidl dos maninhos, injustificável a abertura de mais essa unidade comercial, quando a própria marca detém uma unidade a cerca de 3km e no mesmo raio existem 2 pingo doce, 2 modelos, 1 intermache e um hipermecado jumbo. não seria muito melhor ampliar o parque dos maninhos?

Comments are closed.