Amarante: Pulseira eletrónica por violência doméstica

0
135
pulseira eletrónica

O Comando Territorial da GNR do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, no dia 12 de janeiro, deteve um homem de 64 anos por violência doméstica no concelho de Amarante.

«Na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito, com personalidade impulsiva e violenta potenciada pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas, nos últimos dez anos, terá exercido violência física e verbal sobre a sua mulher de 64 anos, com quem está casado há 41 anos. Os comportamentos violentos mantidos pelo agressor e as ameaças de morte levaram a que a vítima apresentasse uma queixa em 2018, tendo o suspeito voltado a agravar os comportamentos nos últimos anos, levando a vítima a recear pela própria vida após uma dupla tentativa de atropelamento», revela hoje a GNR em nota de imprensa.

Durante a ação policial, foi realizada uma busca domiciliária tendo sido apreendida uma faca, um machado e uma foice, que foram utilizados para ameaçar de morte a vítima.

O detido foi presente dia 13 de janeiro, a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da residência da vítima e proibição de contactos com a vítima por qualquer forma ou meio, controlado por pulseira eletrónica.