Animais exóticos apreendidos pela GNR em operação internacional

0
117
imagem de arquivo

Um macaco, um veado e dezenas de aves foram apreendidos nas últimas semanas em Portugal no âmbito de uma operação internacional para combater crimes contra a vida selvagem.

A “Operação Thunder”, que decorreu de 14 de setembro a 11 de outubro, permitiu a realização, em Portugal, de “159 ações de investigação e/ou fiscalização, que resultaram na fiscalização de 156 animais e dez autos de contraordenação”, informou a GNR, em comunicado.

Dos animais apreendidos, destaque para um macaco-prego-das-Guianas (“Sapajus apella”), um veado vermelho (“Cervus elaphus”) e três antílopes-negros (“Antilope cervicapra”).

Foram ainda apreendidos, a nível nacional, 84 aves, destacando-se 12 canários-da-terra (“Serinus canaria”), dois papagaios cinzentos (“Psittacus erithacus”), duas gralhas pretas (“Corvus corone”) e um corvo (“Corvus corax”).

A nível internacional, “foram detidas 699 pessoas e recuperados mais de 45500 espécimes vivos, incluindo 1400 tartarugas e cágados, 1800 répteis e 1160 aves”, acrescenta a GNR.