Câmara da Trofa lança maior pacote de apoios dos últimos 10 anos

0
147
Sérgio Humberto - imagem Inês Silva

 
A Câmara Municipal da Trofa tem vindo a anunciar, desde a passada sexta-feira, o lançamento de um conjunto de apoios municipais destinados às famílias e às empresas do concelho.
A redução do preço da fatura da água e do saneamento, bem como a atribuição, do IMI Familiar, são algumas das medidas que se vão fazer sentir no bolso dos trofenses, parte de um pacote de apoios, que, sublinha a autarquia, “se destaca pelo seu grande impacto social e que se assume como o mais importante lançado pela Autarquia na última década”.
 
“Estar ao lado das famílias e das empresas é o grande objetivo da Câmara Municipal da Trofa com o lançamento de um pacote de medidas de grande impacto social, que, a partir de janeiro de 2021, vão vigorar no concelho”, é referido na nota de imprensa do município.
 
O presidente da Câmara da Trofa, Sérgio Humberto, afirma: “Nesta fase tão particularmente difícil das nossas vidas, a Câmara Municipal não poderia deixar de continuar a apoiar a sua comunidade e intensificar esse trabalho. São excelentes notícias para todos os Trofenses porque, efetivamente, tocam no bolso de cada um de nós, de forma direta”.
 
No que toca aos apoios para as famílias previstos para o próximo ano, a Câmara Municipal vai atribuir um IMI Familiar, adaptado aos agregados com 1,2, 3 ou mais dependentes.
A taxa de IRS das famílias será reduzida em 4% (taxa variável).

A redução do preço da água é o grande destaque das medidas de apoio às famílias, já que será feito de acordo com o escalão. Para o 1º escalão, o valor da tarifa da água passará de 0,99€ para 0,71€; para o 2º escalão altera de 1,62€ para 1,12€; e para o 3º escalão, a tarifa passa de 3,25€ para 1,87€.
 
Num município de empresas, o setor empresarial também será beneficiado pela Autarquia, no que aos apoios municipais diz respeito. Em 2021, as Medidas de Apoio ao Comécio e Serviços passam pela redução em metade (50%) nas faturas da água, do lixo, do saneamento e ainda na taxa da derrama.
 
“Infelizmente, a dívida herdada pelo executivo anterior e a consequente situação de endividamento da Autarquia, ao abrigo da legislação em vigor, estrangulou, nos últimos anos, a nossa atuação junto do bolso dos munícipes. Estas medidas, de grande impacto social e tão bem-vindas no orçamento familiar dos agregados trofenses, só são possíveis agora, graças à gestão financeira rigorosa levada a cabo nos últimos 7 anos, que permitiu que a Câmara Municipal abatesse a dívida herdada em mais de 44 milhões de euros”, acrescenta o autarca.
 
“Em fase de pandemia, este conjunto de medidas de cariz financeiro soma-se a uma posição atenta e ativa no apoio aos munícipes. Desde março, foram já dezenas as medidas tomadas pela Autarquia no combate à mitigação e propagação do COVID-19, nomeadamente a criação de uma Rede de Apoio aos trofenses e o auxílio financeiro e alimentar aos trofenses que mais precisam”, remata a nota.