Câmara de Vila do Conde confirma casos de legionella desconhecendo sua origem

0
108

A Câmara Municipal de Vila do Conde informa que, desde o passado dia 2 de novembro, data em que teve conhecimento do primeiro diagnóstico de legionella a um residente no concelho, se encontra em contacto permanente e «estreita colaboração com as Autoridades de Saúde com competência na matéria, nomeadamente a Delegação de Saúde Local». 

Assim, a autarquia diz ter, neste momento, condições de afirmar que «há vários casos confirmados da doença do legionário, não só no concelho de Vila do Conde, mas também em vários concelhos limítrofes».

No entanto, e apesar dos esforços desenvolvidos pelas Autoridades de Saúde, neste momento, a autarquia garante em nota de imprensa que «ainda não é possível identificar a causa/origem dos casos, pelo que nos encontramos a prestar todos os contributos que possam ser úteis para este processo de Identificação».
 
Pode ainda ler-se na nota que «a doença não se transmite através do consumo de alimentos ou da ingestão de água, nem de pessoa para pessoa. 
Continuaremos a acompanhar a evolução desta situação sobre a qual, de acordo com as indicações das Autoridades de Saúde, prestaremos a informação credível e rigorosa, disponível a cada momento.»