Covid19: há mais 3.134 casos e 86 mortos. Segunda vaga mais mortífera.

0
198
imagem canva

Portugal registou nas últimas 24 horas 86 vítimas mortais e 3.134 pessoas infetadas com o novo coronavírus, de acordo o boletim epidemiológico da DGS.

Os dados divulgados hoje mostram que o número de óbitos passou de 5.192 para 5.278, enquanto que os casos confirmados aumentaram de 332.073 para 335.207.

Foram ainda consideradas recuperadas mais 4.848 pessoas, que perfazem agora um total de 259.548 desde o início da pandemia no país.

A segunda onda da pandemia está a revelar-se mais mortal que a primeira. Os óbitos por COVID-19 quase duplicaram em Portugal entre o início de agosto e a primeira semana de dezembro, em comparação com os cinco primeiros meses da pandemia.

Para contrariar este cenário, Francisco Ramos, coordenador do plano de vacinação contra a COVID-19, antevê que as primeiras vacinas comecem a ser administradas à população de risco no início de janeiro. A “grande dúvida é a quantidade” de vacinas que irão chegar ao país.

O Parlamento inicia hoje a realização de testes rápidos de deteção de antigénio como medida complementar de prevenção destinada a diminuir o risco de casos positivos de coronavírus no hemiciclo.

E a Presidência do Conselho de Ministros já confirmou que o recolher obrigatório às 2h00 nas noites de 24, 25 e 31 de dezembro só se aplica nos concelhos de risco elevado, muito elevado e extremo de transmissão pelo novo coronavírus, deixando de fora os concelhos de risco moderado.