Covid19: vacina em janeiro e já foram aplicados 13.600 testes rápidos

0
168
imagem DR

Marta Temido admitiu hoje que as primeiras vacinas contra o novo coronavírus devem começar a ser distribuidas já em janeiro. Será a DGS a determinar as prioridades.

Entretanto, o Governo está a ponderar criar três escalões de concelhos e adotar medidas diferenciadas de contenção da COVID-19 em cada um deles, disse o deputado e dirigente do PEV José Luís Ferreira, após uma reunião com o Presidente da República.

O SNS gastou, pelo menos, 54 milhões de euros em testes de rastreio à COVID-19 feitos em laboratórios privados. Até dia 4 de novembro, segundo dados do ministério da Saúde, tinham sido feitos mais de 1,5 milhões de testes em laboratórios privados, dos quais cerca de 40% terão sido pagos pelo erário público.

Entretanto, a ARS-Norte revelou que recebeu 13.600 testes rápidos e utilizou 132 “na primeira semana” em lares e Áreas Dedicadas para Doentes Respiratórios, tendo registado 55 resultados positivos à COVID-19.

Uma mulher de Lisboa é o primeiro caso de reinfeção com o novo coronavírus conhecido em Portugal, com apenas três meses a separar o primeiro do segundo episódio de COVID-19.

Segundo o INE, de 2 de março até 1 de novembro, morreram mais 8.686 portugueses, quase seis mil fora do contexto hospitalar. Para Jorge Almeida, diretor do maior serviço hospitalar de medicina interna do país que integra o Hospital São João, no Porto, a principal causa de morte é as pessoas “não procurarem cuidados de saúde”.