GNR desmantela esquemas de extorsão

0
120
Foto Arquivo

O Comando Territorial da GNR do Porto, através dos Núcleos de Investigação Criminal (NIC) de Vila Nova de Gaia e de Matosinhos, deteve dois homem de 30 e 42 anos, por extorsão e ameaça, em duas situações distintas, em Fânzeres, no concelho de Gondomar, e em Matosinhos.

No primeiro caso, em Fânzeres, após uma denúncia efetuada no dia 10 de novembro por um cidadão de 66 anos, dando conta de que estava a ser alvo de ameaças e extorsão por um desconhecido há um mês, o NIC de Vila Nova de Gaia iniciou uma investigação que permitiu apurar que o suspeito de 42 anos se terá deslocado várias vezes ao estabelecimento comercial do denunciante e, com uma arma branca, o terá ameaçado exigindo um determinado valor monetário. A vítima, temendo pela sua integridade física acedeu à ameaça e extorsão, mas a repetição constante levou-a a denunciar a situação.

A Guarda conseguiu deter em flagrante delito o autor da extorsão e das ameaças. Foram ainda apreendidos 220 euros em numerário resultantes da última extorsão.

O detido, com antecedentes por crimes contra o património, foi presente a primeiro interrogatório hoje no Tribunal Judicial do Porto, onde lhe foi aplicada a medida de coação de apresentações trissemanais em posto policial.

Na segunda situação, no âmbito de uma investigação que decorria há cinco meses, o NIC de Matosinhos localizou o homem de 30 anos, suspeito da prática de vários crimes de extorsão, ameaça e coação.

Durante a investigação apurou-se que o suspeito abordava as vítimas e coagia-as a receberem determinadas quantias de dinheiro em forma de empréstimo. Posteriormente, através de um comportamento violento com recurso a armas de fogo, extorquia as vítimas, exigindo avultadas quantidades de dinheiro em pagamentos mensais com juros elevados em relação à quantidade inicial.

As vítimas, receando represálias e sob ameaças de morte constantes, a si e aos familiares diretos, acediam ao pagamento.

Foi dado cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, sendo apreendido o seguinte material: 60 doses de haxixe; 615 euros em numerário; Dois telemóveis.

O detido, com antecedentes criminais por tentativa de homicídio, tráfico de estupefacientes, fogo posto, posse de arma proibida, extorsão, coação e ameaça, será presente a primeiro interrogatório esta sexta-feira, dia 13 de novembro, no Tribunal Judicial de Matosinhos.