Gondomar acolhe filhos de profissionais de serviços essenciais na tolerância de ponto

0
170
imagem de arquivo

A câmara de Gondomar vai disponibilizar duas escolas para acolher filhos de profissionais de serviços essenciais, nomeadamente saúde e forças de segurança, cujos pais tenham de trabalhar nas segundas-feiras de tolerância de ponto.

Fonte da câmara de Gondomar indicou à agência Lusa que a medida está preparada para acolher até 100 crianças e será redesenhada conforme as inscrições que esta autarquia do distrito do Porto venha a receber.

As crianças poderão ser deixadas ao cuidado de funcionários, nomeadamente técnicos ligados às atividades de enriquecimento curricular, nas escolas Básica de Júlio Dinis e Básica de Rio Tinto.

Caberá à autarquia, que não adiantou valores de investimento com esta iniciativa, garantir as refeições.

Em comunicado, a câmara aponta que esta resposta é dirigida aos filhos de profissionais de saúde, de forças de segurança e de outros serviços essenciais, cujos pais se encontrem a trabalhar e não tenham retaguarda familiar a quem possam confiar os seus filhos.

Esta solução e válida para o ensino pré-escolar, 1.°, 2.° e 3.° ciclos do ensino básico.