Médicos que se voluntariaram para ajudar SNS obtiveram como resposta um “link” para inscrição

0
126
Médico - imagem DR

Os 142 médicos, sobretudo reformados, que recentemente tornaram pública uma carta que enviaram ao Governo, na qual expressaram a vontade de regressar à atividade para ajudar a combater a pandemia, informaram que receberam uma “meia resposta”.

Maria do Céu Machado, uma das subscritoras da carta, afirma que recebeu, entre terça e quarta-feira, “um e-mail com um link” para aceder a uma plataforma para inscrição. “Estamos à espera que haja uma resposta dessa plataforma”, disse a médica, que se inscreveu para fazer inquéritos epidemiológicos e seguir doentes em casa.

A lista de voluntários aumentou nos últimos dias. “Penso que, como estavam todos identificados na lista com e-mail, todos receberam” o link, referiu Maria do Céu Machado, indicando que “a lista aumentou”, incluindo agora quase 180 médicos.