Mercado negro da internet vende vacinas anti Covid

0
187
- Publicidade -

Vacinas, comprovativos de inoculação ou testes negativos. Tudo isto está à distância de um clique, refere um relatório da Check Point Software, empresa israelita de cibersegurança.

Supostas vacinas contra a covid-19 e comprovativos falsos de vacinação encontram-se à venda no mercado negro, revela um relatório apresentado na terça-feira pela empresa de segurança cibernética israelita Check Point Software e divulgado pela CNN.

Os autores do estudo dizem ter identificado listas de vacinas contra a covid-19 de várias marcas à venda na Internet, como AstraZeneca e Johnson & Johnson, que chegam a atingir 1.000 dólares por dose.

Foram ainda encontrados pelo menos 20 certificados falsos de vacina contra o novo coronavírus por 200 dólares cada. Estes são impressos sob encomenda, com o nome e as datas que se pretendem, resultando num cartão “que se parece muito com o autêntico”.

O mercado negro da Internet é uma zona que pode ser detetada por motores específicos de busca, sendo usada pelo cibercrime para vender e comprar materiais ilícitos.

De acordo com um porta-voz da Check Point, não é possível perceber se as vacinas contra a covid-19 que estão à venda são reais, mas “parecem ser legítimas”, avaliando as fotos das embalagens e os certificados médicos que as acompanham.
O relatório aponta que nos últimos três meses, os anúncios de vacinas contra a covid na dark web aumentaram 300%.

- Publicidade -