Novo sistema de mobilidade na Areosa (Gondomar)

0
212
imagem cm-gondomar.pt

No seguimento da requalificação das vias urbanas na zona envolvente à Areosa, o Município de Gondomar anuncia um novo sistema de mobilidade cujas alterações, que netraram em vigor no passado dia 3.

Respeitando as conclusões obtidas no estudo de mobilidade encomendado pelo Município e as ações previstas na Área de Reabilitação Urbana da Rua D. Afonso Henriques, as alterações consistem em:

• Rua das Arroteias – Implementação de sentido único de trânsito, no troço compreendido entre a Rua da Feira e a Rua das Oliveiras, Sul-Norte;
• Rua da Paz – Alteração do sentido único de trânsito, no troço compreendido entre a Rua D. Afonso Henriques e a Rua das Arroteias, Norte-Sul;
• Rua das Oliveiras – Alteração do sentido único de trânsito, em toda a sua extensão, Nascente-Poente;
• Rua da Feira – Alteração do sentido único de trânsito, no troço compreendido entre a Rua D. Afonso Henriques e a Rua das Arroteias, Poente-Nascente.

A estratégia delineada para este novo sistema de mobilidade pretende fundamentalmente: melhoria do serviço de transporte público, através da materialização de uma interface no cruzamento da Areosa, reduzindo a distância para os passageiros entre paragens de transbordo; o reforço dos fluxos em torno do Mercado da Areosa, contribuindo para o fortalecimento desta centralidade; a promoção da ligação entre as principais áreas comerciais, materializando uma rede pedonal de qualidade, acessível e inclusiva; e a reorganização da rede rodoviária, apoiada na alteração de sentidos de trânsito e na introdução de um sistema direcional, que permita a organização da circulação de veículos na zona e, numa próxima intervenção, o alargamento dos passeios e a criação de zonas para cargas e descargas na Rua D. Afonso Henriques.

Esta intervenção tem como principal objetivo a promoção da mobilidade urbana multimodal e sustentável, através da melhoria das condições de circulação para peões (em termos de segurança e conforto), contribuindo para a recuperação do parque edificado adjacente, para a modernização do comércio local e para o reforço do papel de transporte público.