Parlamento aprova 13ª renovação do Estado de Emergência

0
175
imagem parlamento.pt
- Publicidade -

Com os votos de PS, PSD, CDS-PP, PAN e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues, a Assembleia da República aprovou pela décima terceira vez um estado de emergência de combate à pandemia de covid-19, que vigorará a partir do próximo dia 17 e até 31 de março.

Contra votaram PCP, PEV, Chega, IL e a deputada Joacine Katar Moreira. O BE absteve-se.

Quanto a um desconfinamento, a ministra Mariana Vieira da Silva fala numa reabertura cautelosa, “gradual e faseada”.

Numa intervenção final em representação do executivo no debate parlamentar desta tarde, a ministra de Estado e da Presidência Mariana Vieira da Silva sustentou que, apesar de os números serem atualmente mais positivos, um desconfinamento terá de ser “gradual e faseado”: “Sabemos que a abertura originará, certamente, um aumento de casos.

Mas também porque temos hoje um conjunto de novas variantes, que já se tinham revelado transmissíveis, e que como sabemos hoje são também de maior letalidade”, explicou a ministra.
O levantamento de medidas, segundo Mariana Vieira da Silva, “é o início de um processo que será lento, será gradual e que implica um permanente controlo dos indicadores que o país apresentar”.

- Publicidade -