Plataforma Saúde em Diálogo reuniu com Presidente Marcelo

0
113
Saúde

A Plataforma Saúde em Diálogo explicou a Marcelo Rebelo de Sousa as dificuldades no acesso aos cuidados primários em contexto de pandemia.
 
«O Presidente identificou-se com as nossas preocupações e pediu para não esmorecermos», conta Maria do Rosário Zincke. A Plataforma Saúde em Diálogo, que reúne mais de 50 associações de doentes, promotores e consumidores de cuidados saúde, foi recebida no dia 3 de Novembro no Palácio de Belém, em Lisboa.
 
Numa altura em que os novos casos de infecção por COVID-19 continuam a subir, a presidente da Plataforma explicou ao Chefe de Estado as principais apreensões e dificuldades que os doentes enfrentam na pandemia.
«Questionámos sobre a resposta e estratégia pensadas pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) para estas pessoas. Falámos das dificuldades que os doentes crónicos têm nesta fase. Preocupam-nos os exames e as operações que não têm sido realizados, bem como as actuais dificuldades destas pessoas no acesso aos cuidados de saúde primários», revelou a responsável.
 
Maria do Rosário Zincke mostra-se optimista perante a defesa do Presidente da República em manter conquistas alcançadas com a pandemia, como a questão da proximidade no acesso aos medicamentos. «O Presidente disse que essas conquistas são de manter para além da situação de pandemia». Entre as conquistas destaca-se o acesso de proximidade a medicamentos hospitalares, assegurado pelas farmácias comunitárias desde o início de Março».
 
Desde Maio, a Plataforma tem vindo a alertar o Presidente da República, o primeiro-ministro e os ministérios da tutela para a importância da participação das organizações das pessoas com doença nos debates e reuniões sobre a COVID-19, relembrando que muitas das decisões tomadas têm especial impacto na vida dos doentes crónicos.