Reino Unido com vacina aprovada – começa vacinação para a semana

0
175
Vacina - Canva

O país encomendou 40 milhões de doses da vacina da Pfizer, o que será suficiente para vacinar 20 milhões de pessoas (com duas doses cada uma). Segundo o Governo britânico, “a vacina estará disponível em todo o Reino Unido a partir da próxima semana”, sendo que as primeiras doses serão administradas aos grupos prioritários – profissionais de saúde, residentes de lares de idosos, cuidadores, idosos e outros mais vulneráveis.

A luz verde das autoridades do Reino Unido “segue-se a meses de testes clínicos rigorosos e extensa análise de dados por especialistas da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde, que concluíram que a vacina atendeu aos padrões estritos de segurança, qualidade e eficácia”, escreveu o ministro da Saúde britânico, no Twitter.

Está previsto que, antes do final do ano ou logo no início de 2021, haverá vacinas no resto da Europa.
A Agência Europeia do Medicamento (EMA) já recebeu os pedidos de utilização condicional de comercialização das vacinas da BioNTech/Pfizer e da Moderna.

Se a informação for “suficientemente robusta e completa para mostrar a qualidade, segurança e eficácia da vacina”, a EMA poderá emitir um parecer “o mais tardar” até à reunião extraordinária do comité científico de 29 de dezembro.

Depois, cabe à Comissão Europeia acelerar para dar, em poucos dias, autorização condicional de introdução no mercado válida para os estados-membros da União Europeia e do Espaço Económico Europeu.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou que o plano nacional de vacinação contra a covid-19 será apresentado esta quinta-feira. Hoje à tarde, reúne com os especialistas que o desenharam para ultimar pormenores.