Trofa reduz consumo de energia e emissão de gases com efeito de estufa

0
148
imagem DR

O Município da Trofa anuncia que volta a ser exemplo na temática ambiental. De acordo com o Relatório Anual de Energia e Emissões da Agência da Energia do Porto, que avaliou a Matriz de Energia do concelho, a redução da utilização do consumo de energia final bem como da emissão de gases com efeito de estufa são os indicadores em destaque relativos ao concelho.
 
Os dados são relativos a 2018, última avaliação municipal feita pela Agência de Energia do Porto. O seu Relatório Anual de Energia e Emissões dá conta dos resultados positivos que o Município da Trofa alcança na temática ambiental, nomeadamente através do consumo de energia.
 
O Relatório refere que, entre 2009 e 2018, se verificou uma redução da utilização de energia final no Município da Trofa de 26,5%, uma redução de energia primária de 22,6% e ainda uma redução de emissões de GEE (gases com efeito de estufa) de 32,3%.
 
Segundo o estudo, estas variações justificam-se principalmente pelo uso dos Transportes (lado dos setores de atividade), que teve uma grande evolução em termos de medidas de impacto ambiental.
 
De destacar que a melhoria e o aumento dos acessos aos transportes públicos no Município, designadamente a utilização do comboio concorreram para estes números.

Por outro lado, o Executivo Municipal da Trofa, liderado por Sérgio Humberto, continua a reivindicar a construção da extensão do metro até à Trofa, que contribuirá para o reforço da utilização dos transportes públicos, neste caso, não poluentes. 

Também no âmbito da aposta ambiental, a Câmara Municipal da Trofa tem no terreno a construção de uma rede de Ciclovias, que vai significar um novo ponto de partida no envolvimento direto da população na redução do consumo de energia e na redução de emissão de gases com efeitos de estufa.
 
A Trofa destaca-se ainda pela redução da utilização da energia final para Iluminação Pública e Semaforização, cuja percentagem diminuiu para 12,2% entre 2009 e 2018. Entre as apostas da autarquia nos últimos anos, tem estado também a substituição recente de todas as luminárias públicas por lâmpadas LED, com vista à redução do consumo e à pegada ecológica.