Vila do Conde é o concelho onde se desperdiça menos água na rede pública

0
262

 
Pela primeira vez, Vila do Conde tornou-se o concelho em que menos água é perdida por fugas, roturas ou roubos na rede de abastecimento. Enquanto em Portugal se perde em média 28,8% da água, Vila do Conde fica apenas pelos 9,4%.

No concelho, a distribuição de água foi privatizada à Indáqua.

Vila do Conde é o município do país que regista o melhor desempenho, de acordo com o ranking recentemente publicado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), no que respeita à água com qualidade para consumo humano que é perdida através das redes de distribuição. Os dados, relativos a 2019, apontam ainda que a média nacional de perdas de água se situa nos 28,8%.

Alexandre Leal, diretor geral da Indáqua Vila do Conde explica que “esta redução é sinónimo de poupança de um recurso cada vez mais escasso no nosso planeta. Evitar desperdícios de água permite aproveitar da melhor forma a água disponível e tornar o concelho mais resistente a cenários de escassez ou seca, por exemplo”.
 
E acrescenta que, recorrendo à mais avançada tecnologia e a uma equipa altamente especializada, o Grupo alcançou, em 2019, uma média de perdas de 14,5%, no conjunto dos sete municípios em que garante o abastecimento de água (Vila do Conde, Fafe, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Santa Maria da Feira, Santo Tirso e Trofa). Em 2020, dados das várias concessionárias apontam uma redução para os 13,9%.