Coronavírus – Conhecimento é poder e saúde

0
383
imagem de arquivo

À data da redação deste texto (24 março) o país encontra-se em Estado de Emergência devido à pandemia por Coronavirus. A Direção Geral de Saúde confirmou mais de 2.000 casos de COVID-19 em Portugal, associados a dezenas de mortes.

A Maia apresenta-se como a cidade com terceiro maior número de casos a nível nacional, com quase o dobro de infetados de Ovar (onde foi decretado Estado de Calamidade), tendo já motivado o encerramento de várias Unidades de Saúde Familiar locais.

Infelizmente, hoje a situação está pior, com um aumento significativo dos casos, possivelmente entre os 4.000 e 5.000 e um número consideravelmente superior de mortos.

Apesar das recomendações divulgadas: lavagem frequente das mãos, cuidados respiratórios (como tossir para o cotovelo), distanciamento e isolamento social, que os portugueses em geral estão a aderir, a situação irá continuar a piorar nas próximas semanas, prevendo-se o pico perto do meio de abril.

No passado fim de semana observaram-se várias aglomerações de pessoas em vários pontos do país, colocando em risco não só a sua saúde, como também dos seus familiares e de todas as pessoas com quem contactarem nos dias seguintes. Estas situações podem ter consequências desastrosas e estão desaconselhadas.

A grande maioria das pessoas infetadas irá ter sintomas ligeiros e não vão necessitar de tratamento específico. Os sintomas mais frequentes são tosse, febre, dores musculares e de cabeça e falta de ar. Os idosos e outros grupos de risco têm uma maior probabilidade de desenvolver doença grave, pelo que deverão ser particularmente protegidos. A recorrência a serviços de saúde deverá ser ponderada, apenas quando necessária e idealmente por contacto inicial telefónico, como o SNS24.

A sua ajuda é fundamental nesta luta. Seja a ficar em casa em quarentena, seguindo as recomendações da Direção Geral de Saúde ou mesmo doar material ou recursos a instituições que necessitem.

Proteja-se a si, aos seus e a Portugal.

Alexandre Bento de Abreu – Médico Interno de Medicina Geral e Familiar (USF Salvador Lordelo – ACeS Tâmega II Vale do Sousa Sul)