Marcelo – revê-lo na presidência?!…

0
352
- Publicidade -

É já no próximo dia 24 de Janeiro que vamos novamente a votos.

Desta vez para eleger o próximo Presidente da República.

O cargo de Chefe do Estado requer qualidades e competências que não estão ao alcance de qualquer pessoa.

De entre o conjunto de atributos que se exigem ao Presidente, sublinho a imparcialidade e independência perante os partidos políticos. Isso não significa que os candidatos tenham de repudiar a sua militância partidária, como a meu ver não têm de repudiar as suas crenças religiosas, as suas convicções éticas e morais mais fundas, ou mesmo o seu amor clubístico.

Desejo que o próximo Presidente seja alguém que honre e prestigie o cargo, considerando que é a pessoa que o exerce que representa Portugal e todos os portugueses.

Nesta perspetiva, decidi que de entre os dez candidatos que pretendem meu voto, aquele que mais garantias me dá, de não fazer má figura, é Marcelo Rebelo de Sousa.

Vou votar em Marcelo, acalentando a esperança de que uma vez Presidente, saberá portar-se á altura, tomar a pose de Estado, interpretar e cumprir a Constituição, e tornar-se mais certinho e menos dado a surpresas.

Palácio de Belém

Acresce a esta minha esperança, a certeza de que se ele souber e quiser, facilmente se tornará num grande Presidente, tal é a margem que Cavaco lhe deixa, para fazer melhor, bem melhor, e brilhar no primeiro mandato, garantindo a tradicional continuidade para o próximo.

Diante um cardápio eleitoral tão fraquinho, Marcelo, o Professor, dá de dez a zero…

Marcelo, depois da televisão, espero revê-lo, mas já em Belém.

 

Victor Dias

- Publicidade -