Opinião Maria Manuel Ramos: “XIV Congresso da Federação Distrital do Porto Do Partido Socialista”

0
112

No sábado, dia 23 de Outubro, realizou-se o congresso distrital do PS/Porto, em que as listas afectas à Candidatura de Renato Sampaio (que nas eleições de 9 de Outubro já tinham assegurado a liderança) venceram todas as eleições, incluindo uma votação em peso, na Moção Global de estratégia.
Um congresso muito participado, com delegados incumbidos de representarem uma população de militantes superior a 10 000, representativo da força e do empenho dos socialistas da distrital do Porto.

A vitória de Renato Sampaio foi, na minha opinião, merecida. A candidatura de José Luís Carneiro, não acrescentava nada ao PS Porto. O ênfase que esta candidatura deu, AO PROTAGONISMO DOS MILITANTES, na qual “as sedes das secções, das concelhias e da distrital devem voltar a afirmar-se como espaços de participação e de legitimidade política onde verdadeiramente têm lugar as grandes decisões políticas”, é um atestado de incompetência aos actuais secretários coordenadores e aos presidentes das concelhias. Concordo que o presidente da distrital deve estar aberto aos militantes e à sociedade civil, mas o seu papel deve ser o de gestor “do fio condutor” entre as concelhias e a federação. E foi exactamente, Renato Sampaio, que aproximou a Federação aos militantes, com políticas concertadas e com visitas às concelhias.
Mas se existem militantes que se sentem “usados”, existem secções e concelhias que não funcionam correctamente. A concelhia da Maia está em perfeita sintonia com a Distrital e com as secções da Maia. Tem recebido a visita do Presidente da Distrital, Renato Sampaio e outros elementos da sua equipa na sua sede, mas também tem participado em inúmeras iniciativas e eventos desenvolvidos pelo PS/Porto.

O candidato José Luís Carneiro é um político promissor. Tem a determinação daqueles que lutam pelos seus objectivos. Mas aderiu a um discurso político de espectáculo, populista que não o favorece. E a sua candidatura assenta, na minha opinião, em bases/apoios que não a favoreceu. Descontentes, alguns revoltados, alguns “renovadores” mas as caras são as mesmas, alguns que servem de modelo de gestão autárquica, mas que não são para todos os gostos. José Luís Carneiro vale mais individualmente, do que somado à sua equipa.

Venceu o trabalho anterior de Renato Sampaio como Presidente da Federação PS/Porto, mas também os valores que transmitiu, que permitiu que hoje, o PS/ Porto seja uma federação de referência e pela coragem e determinação, sem vassalagens, com que sempre apoiou o nosso secretário geral, José Sócrates. Mas Renato Sampaio tem uma qualidade que eu considero valiosa; a sua discrição. Discreto nas palavras, nunca usa o “auto-elogio” como arma de promoção.
Contados os votos, ficou uma equipa vencedora que vai pôr, as suas ideias que foram aprovadas pelos delegados afectos às secções, em prática, e uma equipa vencida que vai contribuir com o seu trabalho para o NOVO PS/ PORTO.
TODOS SOCIALISTAS!

O congresso fechou da melhor maneira possível, com a presença, do nosso Secretário Geral, José Sócrates. Destacou a votação histórica na distrital e o empenho dos militantes. Frisou que não abdicará do Estado Social: o sistema nacional de saúde e a escola pública. A importância de todos termos as mesmas oportunidades ao nível do que é mais importante. A saúde, como bem supremo, a importância do sistema nacional de saúde para que todos possam aceder às mais recentes inovações e o conhecimento, a escola pública, para que as pessoas possam ser verdadeiramente livres, possam fazer melhores escolhas. Em relação ao Orçamento de Estado, afirmou que não é altura dos políticos pensarem nos seus percursos e ambições. È a hora de pensar com sentido de estado e cada um deve assumir as suas responsabilidades.
Deste congresso, apesar do confronto de ideias, por delegados mais afoitos ou radicais, ficou a imagem de militantes empenhados, determinados, corajosos, mas acima de tudo um grupo de SOCIALISTAS que vão reforçar a força do PS/ Porto. Porque quem conta com os socialistas do Porto, recebe sempre mais que a conta!

Membro do Secretariado e da CPC do PS Maia