Semana: De Cuba e dos EUA

0
306
- Publicidade -

1.- Esta semana foi pródiga para as relações entre dois países: Cuba e os EUA. Finalmente parece que vão ser reatadas relações diplomáticas e de boa vontade. O embargo que os EUA fizeram a Cuba, traduziu-se por mais pobreza neste país e, certamente, mais negócios efetuados clandestinamente. Um e outro foram, e são?, países de repressão. Ao que nos informam Cuba não cumpre com os direitos humanos, na liberdade de expressão, organização e informação, mantendo aferradamente o seu povo perante uma ditadura, dita socialista. Também os EUA formam uma ditadura, não que não exista liberdade de expressão, mas mantém o seu povo perante ditaduras económicas neoliberais traduzidas pelo espezinhar do povo. Em Cuba, por exemplo, existem bons médicos e hospitais competentes, o que é o gaudio de muitos ocidentais, que por lá encontram a cura. Nos EUA os doentes se possuem dinheiro vivo, são tratados, se não for assim, podem morrer na rua. Temos então este sinal positivo, ambos os governantes, sem apoio ou com apoio interno, deram as mãos, cumprimentaram-se! Esperemos que não fique por aqui, mas olhem bem que o comércio internacional já vê estes acordos com olhos de venda e compra.

2.- Todos nós, já ouvimos falar do Big Bang, o famoso momento em que o nosso Universo entrou em rápida expansão. Os cientistas estimam ter sido há cerca de 18 800 mil milhões de anos. No entanto ainda não foi explicado o que era antes. Podemos, contudo, imaginar o que terá sido lendo alguns mitos-de-origem, como o caso do belo poema universal do primeiro capítulo do Génesis. Os planetas, por seu turno, nasceram de detritos, muito pouca massa, das explosões. Já o aparecimento das estrelas se deve ao aquecimento do gás comprimido e aquecido, que gera energia através da fusão nuclear. E continuamos a investigar, por exemplo as “Supernovas”, que se traduzem como cataclismos estelares associados à morte de estrelas gigantes e formam outra com esse nome. O Universo é assim, com os seus buracos negros, uma imensidão de espaço, sem inicio ou, sequer, fim.

3.- Na capela de Santa Marta o papa Francisco, fez uma meditação, em 26 de março, deixo notícia dela: “Alegria e esperança são as características do cristão. É triste encontrar um crente que não sabe rejubilar, amedrontado no seu apego à doutrina fria. Portanto, foi um verdadeiro hino à alegria que o Papa Francisco entoou durante a missa. No início recordou a «hora de oração pela paz» promovido em todas as comunidades carmelitas. «Queridos irmãos e irmãs», disse depois da saudação litúrgica, «sábado, 28 de Março, celebra-se o quinto centenário de nascimento de Santa Teresa de Jesus, Virgem Doutora da Igreja». E «a pedido do Prepósito-Geral dos Carmelitas Descalços, hoje presente aqui juntamente com o Padre Vicari, naquele dia terá lugar em todas as comunidades carmelitas do mundo um momento de oração pela paz. Uno-me de coração — afirmou Francisco — a esta iniciativa, a fim de que o fogo do amor de Deus vença os incêndios de guerra e violência que afligem a humanidade e prevaleça em toda parte o diálogo sobre o conflito armado». E concluiu: «Santa Teresa de Jesus interceda por esta nossa súplica».

Joaquim Armindo

Doutorando em Ecologia e Saúde Ambiental
Mestre em Gestão da Qualidade
Diácono da Diocese do Porto

- Publicidade -