Dois maiatos nos órgãos nacionais da JSD

0
154
- Publicidade -

O líder da JSD Maia foi eleito Conselheiro Nacional da JSD, durante o 24º Congresso Nacional da JSD, na Batalha. O jovem maiato ocupa agora um cargo num dos órgãos mais importantes,  responsável pela orientação política geral da JSD.

Madalena Nogueira dos Santos, presidente da Mesa do Plenário da JSD Maia, passou a integrar o Gabinete de Estudos Nacional da JSD.

Durante a discussão da Moção de Estratégia Global, apresentada por Simão Ribeiro, presidente da JSD, Hélder Quintas Oliveira fez uma apresentação sobre a Educação, referindo a urgência desta se tornar um “compromisso intergeracional” e que as políticas não se devem alterar “ao sabor das mudanças de governo e das conjunturas”.

JSD reuniu com os autarcas de Nogueira e Silva Escura

Desde que tomou posse, a 19 de fevereiro, a JSD da Maia deu seguimento à política de proximidade com as freguesias do concelho, através de reuniões com os presidentes de Junta.
A19 de abril, a JSD reuniu com José Sarmento, o autarca de Nogueira e Silva Escura. Já em18 de março, a reunião tinha decorrido em Castelo da Maia com Manuel Azenha. Folgosa e Milheirós já tinham sido visitadas em janeiro e fevereiro, respetivamente.
Após o encontro com José Sarmento, o presidente da JSD Maia, Hélder Quintas Oliveira, considerou que a reunião decorreu de forma profícua na análise feita da união de freguesias, fazendo “um balanço muito positivo”. De acordo com Hélder Quintas Oliveira, este foi mais “um momento de aprendizagem e de aprofundamento do conhecimento da realidade concelhia”. Assim, José Sarmento transmitiu aos jovens que a sua atuação se pauta pela “proximidade” aos habitantes da freguesia.

“Numa referência à nova realidade que encontrou resultante da agregação da freguesia de Nogueira e Silva Escura, José Sarmento destacou que a prioridade do executivo foi a de minimizar os efeitos negativos resultantes dessa agregação, preservando a identidade de cada uma das anteriores freguesias e mantendo os serviços de atendimento da junta. De alguma forma estes últimos foram até reforçados, no polo de Silva Escura, com a abertura do Espaço do Cidadão e de serviços de apoio jurídico, que se juntaram ao posto dos CTT já existente, tanto em Nogueira como em Silva Escura, refere a JSD.
Acompanhado por Ilídio Carneiro, antigo presidente da Junta de Nogueira e atual tesoureiro, o presidente José Sarmento concordou que a agregação, apesar de tudo, decorreu “sem sobressaltos” constituindo “um desafio dos primeiros anos do atual mandato”.

Na sua gestão, de acordo com a informação transmitida pelo autarca aos jovens social democratas, a Junta de Freguesia apresenta-se com uma postura de “disponibilidade e apoio” às forças vivas da terra, nas áreas da educação, desporto, cultura e social, com destaque para a terceira idade.

Quanto às prioridades para Nogueira e Silva Escura, foram elencadas a requalificação da ligação entre a rua de Taím e o Barroqueiro, a requalificação do largo da Pena e da rua Fonte do Carvão, a recuperação e aproveitamento de alguns espaços verdes da freguesia, e ainda a projeção de novas respostas de apoio à terceira idade.
A comissão política da JSD foi eleita em novembro de 2015 e desde essa altura que se encontra a trabalhar num objetivo de proximidade às 10 juntas de freguesia para procurar conhecer melhor as necessidades da população. Hélder Quintas Oliveira refere que pretende visitar uma junta de freguesia por mês neste primeiro ano de mandato.

- Publicidade -