Ana Leite é a nova coordenadora concelhia da JS da Maia

0
196

A Juventude Socialista (JS) da Maia elegeu, no passado sábado, os novos membros da Comissão Política Concelhia e dos Secretariados dos núcleos “Maia Centro/Leste” e “Vale do Leça” para o biénio 2009-2011. O coordenador concelhio cessante, João Torres, não se recandidatou e o seu lugar vai ser ocupado por Ana Leite, nos próximos dois anos.

João Torres entendeu que “o novo ciclo político”, depois de dois anos em que a JS Maia “revalidou o seu estatuto de estrutura política juvenil do concelho mais activa e empreendedora”, exigia uma renovação dos seus dirigentes”.

Sendo assim, Ana Leite, o primeiro nome da lista da Comissão Política Concelhia, foi eleita coordenadora da JS Maia com 40 votos. Apenas se registou um voto em branco. Pedro Martins, o segundo elemento da mesma lista, sucede assim na presidência da Comissão Política Concelhia a Marco Martins.

Ana Leite, tem 24 anos, é de Águas Santas. É licenciada em Gestão do Património pela Escola Superior de Educação do Porto. Foi coordenadora do Núcleo Maia Centro/Leste da JS de 2008 a 2009 e fez parte do Secretariado Concelhio da JS Maia. É ainda membro do Secretariado Federativo e Comissária Nacional da JS desde 2008. Participou activamente nas últimas Eleições Autárquicas e foi eleita deputada da Assembleia Municipal da Maia.

No mesmo dia, realizaram-se também eleições para dois núcleos da JS. O núcleo Vale do Leça, agora vai ter como secretário-coordenador, João Magalhães Torres, eleito com 22 votos e que vai suceder a Rui Moreira. Para o núcleo da JS Maia Centro / Leste foi eleito Pedro Soares, que obteve 31 votos. O novo secretário coordenador vai suceder no cargo a Ana Leite, eleita coordenadora concelhia da Juventude Socialista da Maia.

O secretário-coordenador cessante considera que a mobilização dos jovens socialistas nestas eleições internas foi “razoável”, tendo em conta que apenas foi apresentada uma lista de candidatura a cada órgão. Ainda assim, no total, “votaram nestas eleições mais de meia centena de militantes”, sublinhou.