As mensagens dos candidatos à JSD Maia

0
270
- Publicidade -

Pedro Carvalho e Bruno Bessa são os candidatos à presidência da JSD Maia. As eleições realizam-se na tarde de amanhã, dia 8, das 17h00 às 19h00, em que os jovens militantes social-democratas têm oportunidade de dar o seu contributo cívico para a eleição desta estrutura, que se espera os prepare para a atividade política concelhia.

Ambos os candidatos já apresentaram a sua carta de intenções nas redes sociais, fazendo-as chegar também à redação do Primeira Mão.
Vamos então conhecer melhor o percurso destes jovens e as suas intenções para o futuro da Comissão Política Concelhia da JSD Maia.

A lista J é encabeçada por Bruno Bessa e apoiada pelo atual líder concelhio da JSD.

Bruno Bessa tem 24 anos e desde cedo procurou ter uma participação ativa na sociedade como escreve na carta aos militantes: «Recordo com carinho o Grupo de Jovens da Paróquia de Moreira e, com a alegria própria de um estudante do Secundário, a Associação de Estudantes da Escola Secundária da Senhora da Hora. São duas fases que me marcaram e muito contribuíram para o meu crescimento.

Acontece que a certa altura senti que precisava de aprender mais para poder dar mais de mim. Foi então que, após alguma reflexão, entendi ser hora de ter uma participação política mais ativa. Foi nessa altura que com muitos sonhos, muita vontade e muita convicção me inscrevi na JSD e no PSD.

Lembro-me, como se de hoje se tratasse, da primeira atividade da JSD em que participei. Num sábado à tarde, na Junta de Freguesia de Nogueira e Silva Escura, durante a presidência do Marco Correia, aprendi a “Falar em Público” com o Rodrigo Moita de Deus.

Nestes quase 5 anos de JSD conheci pessoas fantásticas, cimentei algumas amizades, travei batalhas difíceis, cresci enquanto pessoa e político (porque todos o somos e devemos assumir essa responsabilidade) mas, acima de tudo, mantive-me fiel aos meus princípios e valores.
Nestes quase 5 anos de JSD tive a oportunidade de participar em diversas formações e jornadas políticas da JSD, ser selecionado para a Universidade de Verão do PSD, “correr” o Distrito do Porto em diversas campanhas- quer em eleições europeias ou legislativas -, ser eleito Secretário-Geral desta JSD que tanto sinto e participar ativamente numa campanha autárquica.

Esta última culminou com a minha eleição para a Assembleia de Freguesia de Vila Nova da Telha, onde tenho a responsabilidade de liderar a bancada do PSD e onde fui eleito representante da juventude de Vila Nova da Telha no Conselho Municipal da Juventude. Acredito que o mérito e o trabalho devem sempre ser valorizados. Tenho a certeza que a equipa que me acompanha é bastante capaz e que tudo fará para honrar o voto de confiança dos militantes da JSD.

É de forma convicta e apaixonada que quero reforçar o meu compromisso com a JSD, com a Maia e com os Jovens. Sem espaço para barreiras pessoais e amarras ao passado, esta candidatura tem na abertura, transparência e dedicação a sua força para trabalhar o futuro».

A lista M tem como cabeça de lista Pedro Carvalho.

O candidato tem 29 anos e apresenta-se já com alguma experiência na Comissão Política da JSD, bem como em funções autárquicas, começando na sua carta aos militantes por se referir à antecipação do ato eleitoral: «Pouco mais de meio ano depois do último ato eleitoral para os Órgãos Concelhios da nossa JSD Maia, eis que os militantes são chamados de novo às urnas para escolher à nova Comissão Política Concelhia.

A marcação de eleições extemporânea e repentina, motivada pela queda da anterior Comissão Política Concelhia da JSD Maia que, até ao dia de hoje, está por comunicar e explicar, demonstra de forma clara e inequívoca o respeito e consideração que a anterior Comissão Política e seus membros nutrem pelos militantes da nossa concelhia.

À JSD Maia não pode estar refém de projetos pessoais, à mercê de vontades e disponibilidades temporárias e de curto prazo, quando os objetivos não são cumpridos.

A JSD Maia deve estar presente junto das variadas instituições do concelho, dos autarcas e, sobretudo, ser uma estrutura dinâmica, aberta à participação de todos, deve ter atividades que, por um lado fomentem a ligação com os seus militantes em vez de apenas os valorizar e contactar aquando de eleições, por outro estar próxima e contactar com os jovens maiatos, presente para auscultar os seus anseios e preparada para a resolução dos seus problemas. A JSD deve ser uma estrutura dos jovens e voltada para os jovens!

Estou disponível para assumir o compromisso com todos os militantes da JSD, juntos construiremos uma JSD Maia com um projeto verdadeiramente coletivo, aglutinador, estável e com futuro, onde todos têm lugar e uma palavra a dizer.

E com enorme satisfação, mas sobretudo com enorme sentido de responsabilidade, que manifesto esta minha vontade e que avanço para este desafio político que pretende garantir uma JSD Maia presente, atuante e focada nos seus militantes e, acima de tudo, na resolução dos problemas e anseios dos jovens da nossa terra.

Desde cedo que despertou em mim o gosto pela política, tendo participado ativamente na primeira campanha política com 15 anos. Desde então tenho vindo a acumular experiência, tendo sido, ao longo de 6 anos, vice presidente da Comissão Política Concelhia da JSD Maia, a que se somou a coordenação do Gabinete de Formação. Orgulhosamente, fui membro desde a fundação do Conselho Municipal da Juventude em representação de uma coletividade milheiroense.

Nas autárquicas de 2013 fui, pela primeira vez, eleito membro da Assembleia de Freguesia de Milheirós, lugar ao qual fui novamente candidato nas autárquicas passadas. Nas autárquicas de 2017 fui, ainda, candidato a Deputado da Assembleia Municipal da Maia, tendo sido o primeiro elemento do PSD não eleito, ocupando por esse facto, diversas vezes, o lugar em substituição.

Nesse sentido, reuni, nesta candidatura, uma equipa jovem, renovada, que congrega competência, irreverência, prudência e, ainda, o conhecimento das várias realidades territoriais do nosso concelho. Liderar esta equipa é, acima de tudo, uma grande responsabilidade mas, também, um grande conforto, pois é garantia de um Compromisso de Futuro!»

- Publicidade -