BE quer parques infantis adaptados a deficientes

0
569
BE quer parques infantis adaptados a deficientes
- Publicidade -

Na última Assembleia Municipal da Maia, realizada a 27 de junho, os deputados do BE apresentaram uma proposta de recomendação ao executivo camarário no sentido da realização de uma avaliação técnica às condições de funcionamento, acessibilidade e manutenção dos parques infantis da sua responsabilidade. O objetivo da avaliação é determinar quais as necessárias adaptações dos equipamentos às crianças com deficiência.

O Bloco entende que as câmaras municipais têm “um papel determinante de promoção da inclusão e de combate à exclusão, pelo que garantir a existência de parques infantis acessíveis a todos é um passo fundamental no longo caminho da inclusão que tem que ser feito”, pode ler-se na nota enviada pelo BE à redação do Primeira Mão.

Direito a brincar

No texto da recomendação, o BE refere que “uma parte essencial do desenvolvimento da criança passa pelo direito a brincar, como reconhece a Convenção sobre os Direitos da Criança (1989). Para que esse direito se possa concretizar, o Estado e outros entes públicos devem promover condições que permitam a efetivação desse direito, seja em parques infantis, jardins, parques recreativos ou outras infraestruturas de apoio à infância”.
A recomendação do Bloco de Esquerda foi aprovada por unanimidade pelos deputados municipais da Maia.

- Publicidade -