Bloco de Esquerda responsabiliza câmara da Maia pelo impasse no Hospital Lidador SA

0
147

O deputado da Assembleia da República eleito pelo Bloco de Esquerda, João Semedo, esteve esta segunda-feira na freguesia de Moreira da Maia, no terreno destinado à construção do Hospital Lidador SA.

Trata-se de um projecto público-privado, que junta a Câmara da Maia, Santa Casa da Misericórdia da Maia e o Grupo Português de Saúde, uma das empresas da Sociedade Lusa de Negócios, detentora do BPN, entretanto nacionalizado.

O Grupo Português de Saúde era o principal investidor do projecto, que agora, aguarda por novos investidores.

João Semedo diz que a Câmara da Maia, e em especial, o presidente, é o único responsável pela situação. O deputado do Bloco de Esquerda diz que o grupo tomou posse de um terreno público, que tinha sido doado à Misericórdia da Maia para construção de um lar residencial para idosos, para ali construir uma unidade de saúde privada. E fala ainda em compadrios na escolha do grupo económico.

Manifestamente contra este projecto, o deputado João Semedo defendeu a criação de um hospital público que sirva as populações dos concelhos da Maia, Gondomar e Valongo, ou então, a construção de um lar residencial para idosos conforme estava inicialmente previsto.

Foram algumas das ideias deixadas pelo deputado do Bloco de Esquerda, João Semedo, na visita a Moreira, acompanhado do deputado municipal, Silvestre Pereira.

FA

Ouça das declarações de João Semedo.

[audio:SEMEDO1.mp3]

[audio:SEMEDO2.mp3]