CDU quer “Mudar a Maia”

0
155

António Neto é o cabeça-de-lista do PCP à Câmara Municipal da Maia, para as autárquicas de Outubro. E Márcia Oliveira a primeira da lista do partido à Assembleia Municipal da Maia.

Os primeiros candidatos foram apresentados no sábado, sob o lema “Maia – é tempo de mudar com a CDU”, prevendo-se que, pelo menos, os cabeças-de-lista às freguesias fiquem delineados até ao final e Maio. Essa é, pelo menos, a previsão do candidato à autarquia maiata.

Aos 50 anos, António Neto aparece como número um do PCP à Câmara da Maia, apesar da sua experiência política e autárquica estar, maioritariamente, associada ao Porto, onde foi deputado municipal nos mandatos 2002-2005 e 2005-2009. Mas foi na Maia que viveu parte da infância, tendo regressado recentemente para residir no concelho. A escolha poderá também ser baseada “na minha experiência adquirida ao longo dos anos, no Porto”, admite António Neto, considerando tratar-se de “um desafio importante”.

Para as eleições autárquicas deste ano, o objectivo passa por eleger vereadores para o executivo, reforçar os deputados na Assembleia Municipal da Maia e alargar a presença nas assembleias de freguesia. Tudo isto para alcançar “outra visão de cidade”, que António Neto diz ser uma visão menos centralista. E que aposte mais na área da mobilidade e nas necessidades das famílias.

Ouça as declarações de António Neto:

[audio:PROPOSTAS_NETO.mp3]

Para a Assembleia Municipal da Maia, a CDU apresenta como cabeça-de-lista Márcia Oliveira, já deputada no partido neste órgão autárquico. Na intervenção de sábado, a propósito da sua apresentação, a jovem advogada de apenas 30 anos criticou a “inércia” do executivo autárquico, defendo que “a CDU faz falta! Pela sua honestidade, competência e trabalho”. E recordou que, na assembleia municipal, a CDU tem marcado as suas intervenções “pela crítica construtiva, existindo sempre a preocupação de tornar melhor a vida dos maiatos”. A candidata assumiu-se ainda convicta de que “é possível viver melhor aqui na Maia”.

Marta Costa

(Notícia desenvolvida na edição de amanhã de Primeira Mão)