Centro Cívico é prioridade em Avioso S, Pedro

0
158

 

Joaquim Guilherme Maia já tomou posse para o segundo mandato à frente da Junta de Freguesia de Avioso S. Pedro. Foi eleito no dia 11 de Outubro com 53,91 por cento dos votos. “Foi uma vitória mais reforçada porque foi sem coligação, embora tenha mantido o número de elementos na assembleia de freguesia”, referiu. Na sexta-feira, foi empossado perante alguns populares que foram também assistir ao acto solene de instalação dos órgãos autárquicos.

Em dia de realização de cinco tomadas de posse, (Avioso S. Pedro, Gondim, Gueifães, Milheirós e Gemunde) os presidentes da Câmara Municipal e Assembleia Municipal da Maia, Bragança Fernandes e Luciano Gomes, passaram por S. Pedro. A visita foi curta, apenas para cumprimentar os eleitos.

A prioridade de Guilherme Maia para este mandato é a construção de um Centro Cívico para a freguesia. Justifica o autarca que se trata mesmo de uma necessidade para poderem criar alguns serviços dos quais precisa a população. “Nós não temos uma casa, este espaço é muito pequenino e o objectivo neste mandato será a construção do centro cívico, onde teremos a nova sede da Junta de Freguesia, um centro de dia para a terceira idade, essas coisas todas que nos fazem falta aqui na freguesia”.

Essa foi a mensagem que, garante o edil de Avioso S. Pedro, já foi passada à população durante a campanha eleitoral e que fazia parte do manifesto eleitoral dos candidatos do PSD à Junta de Freguesia de Avioso S. Pedro. “Já estou comprometido com as pessoas cá de S. Pedro, como também já abordei o assunto com o senhor presidente da câmara e espero a ajuda dele”. Joaquim Guilherme Maia confia que vai contar com o apoio da autarquia maiata. “Tenho toda a confiança no senhor presidente”, acrescentou.

Mas para além do centro cívico, o presidente da Junta de Freguesia de Avioso S. Pedro aponta ainda como prioridades para este mandato o alargamento do cemitério, “que também é uma promessa já muito antiga para o povo cá de S. Pedro”, assim como a construção de uma capela mortuária.

“São as três questões cá da freguesia mais fundamentais e não é tão pouco como isso e espero que se não for tudo concluído, pelo menos, a maior parte esteja até final do mandato”, salientou.

Para encerrar os trabalhos desta primeira sessão da assembleia de freguesia, Guilherme Maia não tinha discurso preparado. “É aquilo que me sair do coração”. E assim foi. Apelou ao coração e ao improviso para se dirigir aos populares reiterando as necessidades da população que são também as suas.

Guilherme Maia mantém Daniela Rodrigues e Maurício Ramos consigo no executivo. Na Assembleia de Freguesia, pelo lado do PSD registam-se três entradas novas, entre elas, os novos secretários da mesa. As duas propostas apresentadas pelo PSD foram aprovadas com maioria com cinco votos a favor e três abstenções.

Isabel Fernandes Moreira

Executivo

Presidente Joaquim Guilherme Maia

Vogal Daniela Rodrigues

Vogal Maurício Ramos

Mesa da Assembleia

Presidente Jaime Pinho

1º Secretário Maria José Macedo

2º Secretário José António Santos