Cidade da Maia conseguiu aprovar mapa de pessoal

0
386
- Publicidade -

Os trabalhadores em situação precária na Junta de Freguesia da Cidade da Maia vão finalmente ter uma oportunidade para regularização da sua situação, porque na última Assembleia de Freguesia foi possível a aprovação do Mapa de Pessoal.

Após quatro anos em que a oposição nunca aprovou qualquer documento da gestão do executivo liderado por Olga Freire, eis que os deputados de PS/BE/CDU/MMM decidiram agora pela abstenção e assim deixar que a maioria da coligação PSD/CDS aprovasse o mapa.

Os trabalhadores em situação precária poderão ver a sua situação resolvida em breve. Muitos dos colaboradores da Junta de Freguesia da Cidade da Maia e que trabalham no Zoo estão há vários anos como precários, tendo esta situação sido herdada pelo atual executivo. Desde 2013 que a oposição (PS/BE/CDU/MMM) tem votado contra o mapa de pessoal, com as pessoas que prestam serviço na freguesia, que o executivo tem apresentado.

Apesar do braço de ferro que a oposição tem feito, na primeira Assembleia de Freguesia de 2017, no passado 27 de abril, perante um auditório repleto, em que o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local (STAL) marcou presença assim como uma grande quantidade de trabalhadores da Junta de Freguesia, a bancada da oposição cedeu e pediu o adiamento da votação. O representante do STAL e a bancada da coligação PSD/CDS, através do deputado Aloísio Nogueira, apelaram à consciência dos deputados da assembleia, dada a responsabilidade do que se estava a votar.

Está em marcha a regularização dos precários da administração pública, mas está previsto que também seja publicada em outubro uma portaria para a regularização dos precários na administração local. Ora, sem o mapa de pessoal atualizado e devidamente aprovado, o futuro destes funcionários seria colocado em causa.

A segunda parte da Assembleia de Freguesia ocorreu a 8 de maio e o referido ponto mereceu votação favorável por parte da coligação PSD/CDS e abstenção por parte de todos os deputados da oposição. Uma vitória para Olga Freire que conseguiu assim aprovar o mapa de pessoal, sendo agora possível ao executivo corrigir a situação de precariedade em que vários trabalhadores se encontram.

- Publicidade -