Contratempo com concurso público atrasa obras na EB 2|3 de Moreira

0
55

O ano letivo arranca na Maia com cerca de 16 escolas requalificadas ou a prepararem-se para serem alvo de obras em breve. Um investimento de 9,5 milhões de euros para dotar os estabelecimentos de ensino de melhores condições e conforto para as crianças e jovens. O único contratempo dá-se na empreitada da EB 2|3 de Moreira, que terá que ser submetida a um terceiro concurso público.

Em declarações à comunicação social da Maia, o presidente da Câmara Municipal explicou que a escola de Moreira sofreu “um novo atraso, porque o segundo concurso público ficou novamente deserto”.

A solução está a ser estudada pelos serviços jurídicos da autarquia, como explicou António Silva Tiago: “vamos verificar se será possível fazer uma adjudicação mais expedita, por um ajuste direto, dentro do que é permitido por lei, naturalmente. Temos um prazo definido no Portugal 2020 para cumprir, pelo que o não cumprimento coloca em causa o financiamento do projeto, podemos perder cerca de 2 milhões de euros”.

O presidente da CMM está convencido de que será possível encontrar uma solução para este revés na obra, pois “os nossos advogados dizem que é possível avançar com esse instrumento de ajuste direto e estou convencido que vamos conseguir em breve avançar com a obra”.

Entretanto, Silva Tiago afirmou que “as escolas que foram intervencionadas e às quais foram dadas prioridade nesta época de vazio estão prontas ou quase prontas e vão estar disponíveis para o arranque do ano letivo 2018/19, que são as escolas EB1 e do pré-escolar”. Fazem parte deste conjunto de requalificações: EB1’s de Pedrouços, Ferronho, Porto Bom, Gueifães, Arcos, Parada, Enxurreiras, Prozela e Moutidos.

Para além disso, “estão em avanço duas escolas EB 2|3, a de Gueifães e a Gonçalo Mendes da Maia”, referiu o autarca, acrescentando que estão também a ser intervencionados os recreios de alguns estabelecimentos, de acordo com um plano já estruturado. Assim, ao longo do ano letivo e do mandato “vamos avançando com as obras nos recreios para os dotar de coberturas necessárias e nalguns casos dos pavimentos. Estamos a fazê-lo e vamos continuar com essa metodologia”. Neste verão foram feitas intervenções nas EB1’s da Guarda, Pedras Rubras, Currais e Monte das Cruzes.