Demissões no secretariado do PS Maia

0
151

Os resultados eleitorais das eleições Autárquicas do passado dia 1 de outubro já estão a fazer ricochete no seio do secretariado concelhio do PS da Maia. Dois elementos deste órgão, Rui Moreira e João Pedro Pinto, apresentaram a sua demissão.

Para a demissão os socialistas maiatos alegam como motivo primordial: o “Partido Socialista da Maia, no decorrer e na sequência do recente ato eleitoral, abdicou da sua autonomia estratégica e política”.


Rui Moreira

Pode ler-se na carta que os dois demissionários dirigiram ao presidente da Comissão Política Concelhia do PS Maia, Jorge Catarino, e ao Presidente da Mesa da Comissão Política Concelhia do PS Maia, Andrade Ferreira: “a Comissão Autárquica designada para o acompanhamento do processo eleitoral não teve a capacidade de fazer cumprir o Contrato de Coligação assinado pela Secretária-Geral Adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, esvaziando assim as competências e obrigações políticas do PS que do mesmo decorriam. Em simultâneo, toda a atividade política do PS Maia foi suspensa, originando atropelos estatutários e ausência de representatividade dos militantes do concelho da Maia na Coligação”.


João Pinto

As eleições autárquicas de 2017, culminaram na vitória por maioria absoluta da coligação Maia em Primeiro (PSD e CDS-PP) e, consequentemente, na derrota eleitoral do PS Maia, que foi a eleições coligado com o Juntos Pelo Povo (JPP), na coligação designada Um Novo Começo.

Estes militantes socialistas, que foram eleitos pela coligação Um Novo Começo e que tomaram posse como deputados na Assembleia Municipal da Maia, decidiram demitir-se “enquanto elementos do Secretariado Concelhio”, adiantando na declaração que irão assumir “as funções de comissários políticos a partir desta data”, entenda-se 23 de outubro de 2017.

Contactado o responsável pela Concelhia do PS Maia, Jorge Catarino não se pronunciou sobre o assunto.