Executivo aprova programação estratégica de execução do PDM

0
105

O executivo camarário aprovou ontem, em reunião pública extraordinária, com o voto contra do vereador do Partido Socialista (PS), Rogério Rocha, a programação estratégica da execução do Plano Director Municipal da Maia – o programa anual de concretização das opções e prioridades de desenvolvimento urbanístico do concelho para este ano.

O ponto tinha sido adiado, a pedido do socialista, na quinta-feira da semana passada para ter tempo de esclarecer algumas dúvidas. Uma semana depois, Rogério Rocha decidiu votar contra o referido ponto por considerar que o plano prejudica a sua freguesia, Barca.

Já depois da reunião, os três vereadores decidiram emitir uma nota de imprensa, onde dão conta que só foram informados da reunião extraordinária na segunda-feira, dia 25. Ora, o vereador do PS na reunião acabou por referir que não sabia que o ponto iria ser agendado de forma tão célere.

Mas a nota surgiu a propósito de um ponto extra relacionado com uma proposta de permuta, tendo em vista o alargamento do Jardim Zoológico da Maia. Os Vereadores do PS não tiveram dúvidas em votar favoravelmente a referida proposta.

No entanto, consideram "abusivo que só no decorrer da Reunião lhes tenha sido apresentada verbalmente a proposta, sem qualquer documentação de suporte, como o assunto exigia".

"Os Vereadores do PS não podem calar a sua indignação perante a montagem de um cenário eleitoralista, no decorrer de uma Reunião do Executivo, concluindo que foram os últimos a saber do que a Reunião iria tratar", acrescentam.

Isabel Fernandes Moreira